26/08/2020

Neoenergia avança com obras no Complexo Eólico Chafariz, na Paraíba

    sustentabilidade
  • Sim
  • Sim
  • Sim

​​​




















​A construção do Complexo Eólico Chafariz, o primeiro do Sertão da Paraíba, tem avançado com rapidez. Até o final do primeiro semestre de 2020, a Neoenergia executou 14,11% dos serviços, percentual acima do que era esperado para o período. Com isso, 39,26% das obras civis e 2,39% das atividades de redes estão concluídas. Previstos para entrar em funcionamento em 2022, os 15 parques eólicos terão capacidade instalada para gerar 471,2 MW de energia limpa. São dois canteiros de obras, onde foram realizados serviços como terraplanagem, pavimentação e drenagem. Para as fundações dos aerogeradores, foram iniciadas plataformas e realizadas escavações e concretagem. Os parques ficam na região do município de Santa Luzia, localizados na divisa entre Paraíba e Rio Grande do Norte.

obras do Complexo Eólico ChafarizAté junho de 2020 no cluster Norte, foram concluídos 34,04% dos acessos, enquanto as atividades das fundações dos aerogeradores chegaram a 31,31%. Os números no cluster Sul também são positivos: 43,09% dos acessos e 19,80% das fundações dos aerogeradores. Nesse período, foram realizadas 6.387 horas de treinamento e o número de horas trabalhadas chegou a 726.873.  O Complexo Eólico Chafariz terá, ao todo, 181 aerogeradores, dos quais os 136 que serão instalados são de um dos mais modernos modelos do mercado, o SG132, com 3,4 MW de potência unitária, além de 45 do modelo G114, de 2,1 MW de potência unitária.

“A construção do Complexo Eólico Chafariz tem sido de grande relevância para o cenário do setor elétrico no Brasil. Temos mantido o projeto operativo gerando mais de 1.500 empregos diretos e 300 empregos indiretos. Com isso, a Neoenergia segue impulsionando o seu compromisso de transformar a matriz energética brasileira cada vez mais limpa e sustentável”, relata o engenheiro especialista da Neoenergia e Project Manager de Chafariz, Livio Corrêa.

obras do Complexo Eólico ChafarizBENEFÍCIOS PARA A COMUNIDADE

As obras também geraram benefícios aos municípios onde os parques serão instalados. Entre eles, a Semana do Meio Ambiente e a blitz educativa com exposição sobre tipos de biomas. A população também foi beneficiada com a distribuição de kits de higiene e a revitalização de praça na cidade de Areia de Baraúnas. Além disso, a Neoenergia realizou cursos profissionalizantes de armador de estrutura de concreto e carpinteiro de formas para 200 alunos. No campus do Instituto Federal da Paraíba (IFPB), em Patos, cidade também próxima a Santa Luzia, foi promovida uma palestra sobre o mercado de trabalho em energias renováveis, com foco na energia eólica. Além disso, a Neoenergia atuou na reforma da Escola Municipal Miquilina, em São José do Sabugi, município vizinho a Santa Luzia.

PREVENÇÃO À COVID-19

A Neoenergia tem adotado medidas de prevenção à Covid-19 durante toda a execução de suas obras. Os colaboradores devem sempre manter uma distância de 1,5 metro entre si e, nas salas, devem trabalhar com portas e janelas abertas. Outras ações foram: realização de triagem para entrar no parque, higienização das mãos com álcool em gel, limpeza contínua nos escritórios, instalação de banners de conscientização e utilização de luvas, toucas e máscaras no refeitório.

INVESTIMENTOS EM ENERGIAS RENOVÁVEIS

Além do Complexo de Chafariz, está em desenvolvimento o Complexode Oitis, com 12 parques que serão construídos entre o Piauí e a Bahia e capacidade de 566,5 MW. Juntos, os dois complexos vão agregar 1.037,7 MW, o que irá triplicar a capacidade atual de geração eólica da Neoenergia. Em Oitis, 96% da energia será comercializada no mercado livre. Atualmente, estão em operação 17 parques nos estados de Bahia, Paraíba e Rio Grande do Norte. Com o crescimento, a previsão do grupo é de que, até 2022, a capacidade instalada total das eólicas seja de 1,5 GW. A expectativa é de alcançar no mesmo ano um perfil de 90% de geração limpa de energia, incluindo hídrica e eólica.



conheça nossos parques eólicos 

Quero:

Informações Relacionadas