10/06/2021

Distribuidoras da Neoenergia ampliam entrega de refrigeradores científicos para vacinas

    compromisso social
  • Sim
  • Sim
  • Sim

Vacinação no município de Adustina, na Bahia. Entrega de refrigeradores científicos pelas distribuidoras da Neoenergia garante correto armazenamento dos imunizantes



A vacina é a principal solução para combater a pandemia de Covid-19. Com o objetivo de contribuir com as campanhas de imunização, as distribuidoras da NeoenergiaCoelba (BA), Celpe (PE), Cosern (RN), Elektro (SP/MS) e Neoenergia Distribuição Brasília (DF) – ampliaram as entregas de refrigeradores científicos para armazenar as doses. A ação, iniciada em janeiro deste ano, recebe agora um novo aporte, de aproximadamente R$ 3,4 milhões, para compra de novos equipamentos, totalizando mais de R$ 9,7 milhões para o projeto, em recursos do Programa de Eficiência Energética (PEE) das distribuidoras, regulado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Ao todo, serão entregues 1.031 câmaras, disponibilizadas para todos os municípios atendidos na Bahia, Pernambuco, Rio Grande do Norte e São Paulo, além de passar a atender a capital federal.

O objetivo com a ação, além de apoiar os municípios mais vulneráveis durante a crise na saúde, foi reduzir o consumo de energia e de entregar refrigeradores apropriados para armazenar vacinas e medicamentos em vez dos modelos de uso doméstico, o que não é recomendado. “A ideia surgiu pela lógica de que se os municípios comprassem os refrigeradores apropriados sem ajuda das distribuidoras, eles não fariam uma troca e sim acrescentariam mais carga ao sistema elétrico", afirma a gerente de Eficiência Energética da Neoenergia, Ana Christina Mascarenhas.

Na primeira entrega, anunciada em janeiro, foram destinados R$ 6,3 milhões para aquisição de 674 refrigeradores científicos que atenderiam a 651 municípios. As entregas começaram a ser realizadas em fevereiro, sendo 296 na Bahia, 118 em Pernambuco, 95 no Rio Grande do Norte e 132 em São Paulo, inicialmente para os municípios com menores Índices de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) e alguns equipamentos para os governos estaduais da BA, RN e SP e Prefeituras de Salvador/BA e Recife/PE. Agora, serão entregues mais 116 pela Coelba, 67 pela Celpe, 71 pela Cosern e 88 pela Elektro. A distribuidora que atende Brasília, incorporada pela Neoenergia em março, destinará 15 câmaras para postos de saúde dos bairros populares.

Os modelos de refrigeradores científicos escolhidos pela Neoenergia são de fabricação nacional e a maior parte deles tem capacidade de 280 litros, suficientes para armazenar cerca de 18 mil doses de 0,5 ml. As câmaras têm temperatura programável e constante entre 2ºC e 8ºC, para o armazenamento adequado das vacinas, e são dotados de sensores e bateria, ferramentas que ajudam a evitar o comprometimento dos imunizantes.

Em uma estratégia criada para evitar o desperdício de energia com o aumento da carga, a Neoenergia continuará recebendo dois refrigeradores ou freezers inadequados para vacinas, a cada novo equipamento entregue. Com os novos refrigeradores, a economia total de energia esperada é de 976,95 MWh/ano, o que equivale ao consumo mensal de mais de 9.700 residências com um gasto médio de 100 kWh por mês. Alinhada ao compromisso da companhia com o combate às mudanças climáticas, a ação contempla ainda a retirada de substâncias como os gases CFC (clorofluorocarboneto), que podem contribuir com o efeito estufa, realizando o descarte correto dos equipamentos antigos recolhidos.

Para contribuir com o consumo mais eficiente de energia pela população das cidades beneficiadas, outra ação integrada ao projeto é a entrega de lâmpadas de LED para postos de saúde, hospitais e consumidores residenciais de baixa renda. Esse modelo permite uma economia de até 40%. Ao longo de um ano e meio, serão substituídas pelo menos 31 mil lâmpadas nos prédios públicos dos municípios contemplados e 115 mil para consumidores residenciais moradores de comunidades populares.


Esta iniciativa faz parte da resposta do grupo Iberdrola ao Coronav​írus​.

Previna-se: informarções sobre o Covid-19 

Quero:

Informações Relacionadas