30/07/2018

Segurança no Natal

  • Sim
  • Sim
  • Sim

​​​​​​​​​Distribuidoras da Neoenergia alertam para segurança com decoração natalina​

Principal item da caracterização natalina, o uso de lâmpadas em grande quantidade comumente está relacionado a instalações temporárias de energia - que reservam maior ou menor grau de improviso. Para garantir comemorações longe de acidentes, as distribuidoras da  NeoenergiaCoelbaCelpeCosern  e Elektro orientam importantes cuidados ao adquirir, instalar e manusear a iluminação de fim de ano.

Não é raro que se aproveitem os enfeites e pisca-piscas de um ano para o outro. O primeiro alerta é verificar as condições desses fios. Se estiverem ressecados, rachados ou mesmo rompidos ou se houver lâmpadas quebradas, é recomendável evitar usá-los e comprar novo material, sob risco de colocar toda a decoração natalina 2019 em perigo. 

ATENÇÃO NA ESCOLHA DOS ITENS

No momento da escolha de enfeites novos, a dica é levar em conta mais do que a beleza ou a novidade do produto. O consumidor deve atentar, antes de tudo, para a procedência e qualidade dos ornamentos que precisam de eletricidade, principalmente os cordões com lâmpadas. O ideal é somente comprar os que foram certificados pelo Inmetro.

Nas embalagens, os piscas-piscas devem trazer informações como potência, tensão de alimentação e instruções de uso. O selo de qualidade deve estar estampado na caixa e as instruções, escritas em português. No caso das árvores de natal, é importante procurar pela etiqueta “resistente ao fogo". Essa medida preventiva pode evitar que, na eventualidade de um curto-circuito, as consequências se propaguem e provoquem um incêndio.

CUIDADOS NA HORA DA MONTAGEM

Outra dica importante está relacionada à montagem da árvore. É importante evitar o uso de luzes elétricas e piscas em árvores decorativas de metal. Elas podem conduzir energia e provocar choques elétricos de gravidade imprevisível. As luzes não devem estar próximas de enfeites produzidos com papel ou cartolina.

É sempre importante verificar as condições do material que será instalado. Os que foram comprados em anos anteriores podem ter sofrido algum tipo de desgaste ou avaria. O uso de extensões e "benjamins" (conhecidos como T) também deve ser evitado.

Antes de ornamentar o imóvel, é aconselhável uma revisão nas instalações elétricas. Se necessário, chame um eletricista capacitado.

Para adornar o exterior da casa, recomenda-se cuidado redobrado. Por estar mais vulnerável ao calor e à chuva, se não forem adotadas medidas preventivas, poderá haver um maior risco de choque elétrico e curto-circuito. A ação do tempo pode ressecar a fiação e a presença de água potencializa os efeitos da condução da corrente elétrica. Em hipótese alguma, a iluminação deve ser feita por pessoas que estão com os pés ou mãos molhados.

Ao manusear a instalação natalina, é preciso certificar-se de que ela está inteiramente desconectada das fontes de alimentação de energia. Os equipamentos só devem ser ligados depois que a montagem estiver concluída. Após isso, evite tocar na fiação ou substituir lâmpadas queimadas.

Lembre-se que tudo isso chama a atenção das crianças que tendem naturalmente a querer tocar nos enfeites. Por isso não se esqueça de desligar toda a decoração elétrica ao sair de casa.






CONFIRA AS DICAS DE SEGURANÇA:

  • Revise as instalações elétricas da residência com auxílio de um profissional antes de realizar a montagem da decoração natalina 2019. Isso evita sobrecarga e a possível queima de eletrodomésticos.

  • Observe o estado de conservação de pisca-piscas utilizados em anos anteriores e evite ligar os que estiverem desgastados, com fios desencapados e partes metálicas expostas, pois há risco de fuga de correte e de choque elétrico.

  • Dê preferência a árvores de Natal fabricadas com material resistente ao fogo e aos enfeites natalinos certificados pelo Inmetro. As embalagens dos pisca-piscas devem conter informações como potência, tensão de alimentação e instruções de uso. 

  • Utilize um filtro de linha para ligar várias tomadas da árvore, presépios e outros itens da decoração e evite o uso, mesmo que de forma provisória, dos chamados “T” (benjamins).

  • Monte a parte elétrica da decoração longe de materiais com risco inflamável, tais como tecidos de cortinas, papelão, fibras e isopor e afaste os fios de estruturas de metal, pois elas são condutoras de corrente elétrica que podem provocar choques. 

  • Só realize a montagem da decoração natalina 2019 com a parte elétrica desligada e evite tocar na fiação ou substituir lâmpadas queimadas com os plugues conectados nas tomadas. 

  • Nunca desligue aparelhos elétricos puxando pelo cabo ou fiação. Para desligá-los da tomada, utilize o plugue.

  • Não permita que as crianças toquem na decoração natalina quando ela estiver ligada, pois há risco de choque elétrico. 

  • Nas áreas externas das residências, redobre o cuidado durante a instalação e retirada de pisca-piscas tanto para prevenir choques elétricos quando para evitar o risco de quedas. Exposta à ação do sol, chuva e do calor, a fiação fica mais vulnerável e a possível presença de água potencializa os riscos de choque elétrico – por isso ela só deve ser montada e retirada com o disjuntor da residência desligado. 

  • Não instale enfeites natalinos próximo aos postes, fios ou medidores da Celpe e não faça ligações clandestinas de energia (o popular “gato”) para acender a decoração externa em ruas. Além de colocar a vida de quem faz e de quem está próximo em risco, o “gato” é crime, pode provocar a queima de eletrodomésticos e curto circuitos que podem apagar o brilho dos festejos natalinos.

  • Em caso de acidentes ou ocorrências, deligue imediatamente o disjuntor da residência e só depois preste socorro. Ligue para o SAMU (192) e a para a distribuidora da sua região.​














Quero:

Informações Relacionadas