Rio+30: Desenvolvimento Urbano Sustentável e Inclusivo

    sustentabilidade
  • Sim
  • Sim
  • Sim

Cidade celebra os 30 anos da Rio-92 com novo evento sobre soluções climáticas e ambientais

Para celebrar os 30 anos da Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento (ECO-92), a prefeitura do Rio de Janeiro irá realizar a Rio+30 Cidades, uma série de debates sobre desenvolvimento urbano e sustentável. O evento será um dos mais importantes realizados na cidade em 2022 e contará com a participação de autoridades internacionais, ativistas e investidores da economia verde e energia limpa.

A Rio+30 ocorrerá nos dias 17, 18 e 19 de outubro de 2022 e tem como principal objetivo discutir propostas e elevar a ambição dos compromissos das cidades na promoção de práticas climáticas e de sustentabilidade.

Diversos espaços da Região do Porto serão utilizados na Rio+30, como o Museu do Amanhã e o Museu de Arte do Rio (MAR), que serão os palcos principais, assim como os armazéns 3, 4 e 5, para a realização de debates, seminários e plenárias, além de atrações culturais, exposições temporárias e salas para reuniões bilaterais.

A ECO-92, realizada pela Organização das Nações Unidas, ficou conhecida como "Cúpula da Terra" e foi considerada, na época, a maior conferência ecológica de todos os tempos o, com a presença de 178 chefes de governo, além da participação de ativistas, religiosos, empresários de diferentes setores e sociedade civil. O encontro foi marcado pela criação da Agenda 21,  que estabeleceu políticas e ações de responsabilidade ambiental reconhecidas mundialmente.

 

Em 2012, a cidade recebeu a Cúpula dos Povos, evento paralelo à Rio+20, realizado para discutir as causas da crise socioambiental e definir soluções práticas no país e no mundo. Na época, os movimentos sociais organizadores identificaram que a pauta da conferência oficial, a economia verde, era insatisfatória para lidar com a crise ambiental. Então, os debates tiveram como objetivo dar voz às comunidades vindas das áreas mais afetadas pelos problemas atuais.

A realização da Rio+30 consolida a cidade do Rio de Janeiro como líder global nas discussões sobre meio ambiente e enfrentamento à emergência climática. Os compromissos debatidos serão firmados na Carta do Rio para Desenvolvimento Urbano Sustentável e Inclusivo, para futuramente serem levados como posicionamento para as conferências de agenda climática mundial.

No site da Rio+30, os interessados podem conferir mais informações e se inscrever para participar do evento.

 

CINCO PRINCIPAIS OBJETIVOS DAS RIO+30

1. Ampliar a ambição e a centralidade das cidades nas agendas climáticas e ambientais

2. Firmar compromissos políticos inéditos entre cidades e gerações pela ação climática e ambiental na Carta do Rio

3. Preservar e difundir o legado da Rio 92 e da Rio+20 para novas gerações

4. Promover o debate de sistemas alimentares do Pacto de Milão na pauta do desenvolvimento sustentável

5. Recuperar e fortalecer o protagonismo histórico do Brasil e do Rio na agenda ambiental e climática