03/11/2020

Neoenergia promove chamada pública para projetos de eficiência energética

    eficiencia energetica
  • Sim
  • Sim
  • Sim


A Neoenergia acaba de abrir as chamadas públicas de projetos de eficiência energética nas concessionárias da companhia – Coelba (BA), Celpe (PE), Cosern (RN) e Elektro (SP/MS). Somando as seleções das quatro distribuidoras, serão disponibilizados R$ 41,4 milhões para as ações escolhidas, de acordo com os critérios estabelecidos nos editais. As regras cumprem as determinações do Programa de Eficiência Energética (PEE), regulado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). As propostas podem ser enviadas até 13 de janeiro de 2021.

“A chamada pública torna o processo de escolha dos projetos contemplados no Programa de Eficiência Energética ainda mais transparente e democrático. O objetivo é de estimular o uso mais eficiente de energia, com práticas sustentáveis”, afirma a gerente de Eficiência Energética da Neoenergia, Ana Christina Mascarenhas.

As distribuidoras devem destinar anualmente 0,5% da receita operacional líquida ao PEE, regulado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Todos os consumidores do poder público, comércio e serviços, serviço público, iluminação pública e industrial, que estejam em dia com as concessionárias, poderão se inscrever. Os projetos que tiverem como beneficiárias instituições sem fins lucrativos – incluindo unidades do poder público e de caráter filantrópico ou assistencial – serão realizados mediante termo de cooperação e os demais serão executados através de contrato de desempenho. As iniciativas selecionadas nesta chamada pública poderão ser executadas ao longo de 2021.

Os recursos da chamada pública realizada pela Coelba serão destinados a projetos de melhoria de instalação e geração de energia solar fotovoltaica, uma fonte incentivada, nos setores industrial (R$ 7 milhões), serviços públicos (R$ 500 mil) e comércio e serviços (R$ 1 milhão). O restante será para melhoria da instalação de condomínios (R$ 2 milhões), prédios do poder público (R$ 1,5 milhão) e iluminação pública (R$ 1 milhão). Os projetos deverão ter aporte mínimo do Programa de Eficiência Energética de R$ 200 mil.

As mesmas tipologias estão previstas no edital da Celpe, com investimentos de até R$ 5,2 milhões em industrial; R$ 1,2 milhão em serviços públicos; e R$ 1 milhão em comércio e serviços, para melhoria da instalação e energia solar. Na Cosern, os valores para projetos nas mesmas áreas são de R$ 1,5 milhão para industrial, R$ 500 mil para comércio e serviços, R$ 1 milhão para condomínios e R$ 1 milhão para prédios do poder público. A tipologia industrial na Elektro terá R$ 7 milhões; condomínios terão R$ 2 milhões; comércio e serviços, R$ 1 milhão, e serviços públicos, R$ 500 mil.

As inscrições podem ser realizadas por meio dos sites das distribuidoras.

www.coelba.com.br

www.celpe.com.br

www.cosern.com.br

www.elektro.com.br


 

 Ocultar | Mostrar mais +

Quero:

Informações Relacionadas