​​Ajude a acabar com o medo e o preconceito: fale sobre o câncer de próstata

     
  • Sim
  • Sim
  • Sim

​​

Se você é homem e tem mais de 50 anos de idade ou conhece alguém com estas características, fale sobre o câncer de próstata. Neste mês, celebramos o Novembro Azul, campanha que ocorre em todo o mundo para alertar os homens sobre a necessidade de se prevenir e de realizar o diagnóstico precoce da doença. As campanhas são extremamente importantes para ajudar a combater o medo e o preconceito que existem em torno do assunto, especialmente em relação ao exame de toque retal. Quanto mais informação se tem, mais fácil é lidar com a questão. E as mulheres têm papel de grande relevância na divulgação de informações, ajudando a conscientizar e falando sobre o assunto com familiares, amigos, colegas de trabalho, vizinhos etc. Quando identificada logo no início, a doença tem grandes chances de cura.

Todos os anos, diversas entidades apoiam e promovem ações para divulgar a campanha e ajudar a conscientizar o público masculino sobre a necessidade de cuidar da sua saúde de um modo geral. O Novembro Azul é equivalente ao Outubro Rosa, campanha que alerta as mulheres sobre o câncer de mama.

Neste ano, a campanha da Sociedade Brasileira de Urologia (SBU) tem o tema "Seja herói da sua saúde" e tem como padrinhos o chef de cozinha Henrique Fogaça e o ex-jogador de futebol Zico. Assista aqui ao vídeo com o Fogaça. ​

NO BRASIL, 42 HOMENS MORREM POR DIA

O câncer de próstata é o segundo tipo mais comum entre os homens brasileiros, atrás apenas do câncer de pele não-melanoma, de acordo com o Instituto Nacional de Câncer. 

Segundo o Instituto Lado a Lado pela Vida, 59% dos homens não costumam ir ao urologista. Dados do Sistema Único de Saúde mostram que 45% nunca realizaram o exame.



DIAGNOSTICO PRECOCE

Identificar o tumor em fase inicial aumenta muito as possibilidades de tratamento e cura. A detecção pode ser feita por meio da investigação, através do exame de toque e de sangue. No entanto, nenhum dos dois exames têm 100% de precisão. Por isso, podem ser necessários exames complementares. A biópsia é o único procedimento capaz de confirmar o câncer. Outros exames de imagem também podem ser solicitados, como tomografia computadorizada, ressonância magnética e cintilografia óssea (para verificar se os ossos foram atingidos).

​Mesmo quem não tem nenhum sintoma deve consultar um urologista se tiver 50 anos ou mais. Para os chamados grupos de risco - negros, obesos e quem tem parente de primeiro grau com câncer de próstata - o ideal é começar a partir dos 45 anos.

A doença é considerada um câncer da terceira idade, já que cerca de 75% dos casos no mundo ocorrem a partir dos 65 anos. O aumento observado nas taxas de incidência no Brasil pode ser justificado em parte pela evolução dos exames, pela melhoria na qualidade dos sistemas de informação do país e pelo aumento na expectativa de vida. 


SINAIS E SINTOMAS

O diagnóstico precoce gera melhores resultados no tratamento e deve ser buscado com a investigação de sinais e sintomas como:

  • Dificuldade de urinar
  • Diminuição do jato de urina
  • Necessidade de urinar mais vezes durante o dia ou à noite
  • Sangue na urina

Segundo o Inca, na maior parte das vezes, esses sintomas não são causados por câncer, mas é importante que eles sejam investigados por um médico.

Vale lembrar que, no estágio inicial, a doença não costuma dar sinal. Muitos homens não apresentam nenhum sintoma ou, quando apresentam, são semelhantes aos do crescimento benigno da próstata (dificuldade de urinar, necessidade de urinar mais vezes durante o dia ou à noite). Na fase avançada, pode provocar dor óssea, sintomas urinários ou, quando mais grave, infecção generalizada ou insuficiência renal. 



COMO PREVENIR

Segundo o Ministério da Saúde, uma dieta rica em frutas, verduras, legumes, grãos e cereais integrais, e com menos gordura, principalmente as de origem animal, ajuda a diminuir o risco, como também de outras doenças crônicas não-transmissíveis.

Outros hábitos saudáveis também são recomendados, como fazer ao menos 30 minutos de atividade física por dia, manter o peso adequado à altura, diminuir o consumo de álcool e não fumar.​





Informações Relacionadas