ENEM: Confira datas, o que é permitido levar para a prova e outras dúvidas

     
  • Sim
  • Sim
  • Sim




Milhares de estudantes brasileiros já estão se preparando para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que será realizado nos dias 13 e 20 de novembro de 2022. Desde 1998, as provas avaliam o desempenho dos alunos ao fim da educação básica. Em 2009, o Enem se tornou a principal ferramenta de acesso ao Ensino Superior público e particular do país.

O exame contém 180 questões objetivas sobre quatro áreas de conhecimento: Linguagens, Códigos e suas tecnologias; Ciências Humanas e suas tecnologias; Ciências da Natureza e suas tecnologias; e Matemática e suas tecnologias. Uma redação também é aplicada, com texto dissertativo-argumentativo, a partir de um tema determinado.

Não há idade mínima ou máxima para se inscrever no Enem. As provas são feitas para aqueles que concluíram ou ainda estão cursando o Ensino Médio. Muitos estudantes, conhecidos como “treineiros", fazem as provas para testar o próprio conhecimento e se preparar para quando forem, de fato, concorrer a uma vaga nas universidades.

O atendimento especializado e tratamento pelo nome social, destinado àqueles que desejam ser reconhecidos de acordo com a identidade de gênero, são garantidos pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), além de diversos recursos de acessibilidade. Há também uma aplicação para pessoas que estão privadas de liberdade.

As notas do Enem podem ser usadas no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e no Programa Universidade para Todos (ProUni), aceitos em universidades de todo o país e em mais de 50 instituições em Portugal. Com os resultados obtidos é possível solicitar financiamentos estudantis governamentais, como o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Em 2020, o governo federal passou a aplicar também as provas em formato digital. De início, 15 capitais tiveram as provas nesse formato. Apenas aqueles que já terminaram ou estão no último ano do Ensino Médio podem escolher o novo modelo. Participantes que necessitam de atendimento especial devem fazer o exame no modo tradicional. A meta do Ministério da Educação é tornar o Enem 100% online até 2026.

Nos exames presenciais, é necessário que o estudante leve, além de um documento de identificação e do cartão de confirmação de inscrição impresso, lápis e caneta esferográfica preta, de material transparente. O aluno não poderá entrar na sala de prova com celulares, óculos escuros, bonés, chapéus e bebidas alcóolicas. Água e alimentos são permitidos.


Como a Neoenergia atua nos dias de prova?

Para garantir o fornecimento de energia nas regiões em que atuam, as distribuidoras da Neoenergia na Bahia, Pernambuco, Rio Grande do Norte, São Paulo e Brasília prepararam um trabalho especial. A fim de assegurar o funcionamento dos locais de prova, a companhia inspeciona mais de 3.000 Km da rede de distribuição de energia elétrica, que acontece periodicamente e durante os meses que antecedem as datas das provas em cada ano, com manutenções preventivas nos circuitos elétricos, além da estruturação de escalas para possíveis acionamentos de equipes técnicas.

A Neoenergia mobilizará, durante os dois domingos, mais de 700 colaboradores. Desligamentos programados nos locais de prova também serão evitados pelas distribuidoras, a partir de seu planejamento de ações.

Os serviços de atendimento via Call Center terão escala diferenciada, além do acompanhamento remoto das áreas, para reforçar o pleno funcionamento do sistema elétrico e evitar quedas de luz durante a realização do Enem.

Eleições 2022

Além do trabalho especial no Enem, a Neoenergia também está preparada para atuar nas Eleições 2022 (2 de outubro e no dia 30, em caso de 2º turno). 

As concessionárias trabalharão para prevenir eventuais transtornos e interrupções no fornecimento de energia durante o processo. Equipes serão mobilizadas para atender casos de emergência desde início da votação, até o final das apurações e divulgação de resultados.​





Informações Relacionadas