Consciência Negra: a diversidade almejada para o Brasil e o Mundo

     
  • Sim
  • Sim
  • Sim

Novembro é o mês da Consciência Negra e as comemorações deste período reforçam ainda mais a necessidade de se falar sobre racismo. A história das lutas antirracistas no Brasil e no mundo são importantes para que todos possam entender o presente e com isso, moldar o futuro. Afinal, ainda é bem visível que o racismo está na estrutura social, política e econômica da nossa sociedade.

Um exemplo frequente disso no dia a dia é o Racismo Estrutural, um conjunto de práticas institucionais, históricas e culturais que coloca um grupo étnico em condições precárias, reforçando o preconceito racial. Constantemente são utilizadas expressões e frases com teor racista, que reforçam esse preconceito como: “A coisa tá preta”, “Isso irá denegrir a minha imagem”, “Você é da cor do pecado”, entre muitas outras. Uma das formas de adotar um comportamento antirracista é perceber que existem inúmeras expressões “mascaradas”, que refletem racismo e precisam ser eliminadas do nosso vocabulário.


EXPRESSÕES RACISTAS

“Que inveja branca!”

“Inveja branca” quer dizer que é algo do bem, associando a positividade à cor branca. Porém, ao dizer isso, é reforçada a associação entre “preto” e comportamentos negativos.
 Use apenas: inveja.

“A coisa tá preta”.

O termo associa a palavra “preto” com
uma situação desconfortável,
desagradável, difícil ou perigosa.
Diga:
a coisa tá difícil.


“Ela é da cor do pecado”.

Utilizada erroneamente como elogio, se associa
ao imaginário da mulher negra sensualizada.
Em uma sociedade pautada na religião, pecar
não é positivo, ser pecador é errado, e ter a
pele associada ao pecado significa que ela é
ruim. Outra expressão que faz a mesma
associação de que negro = negativo.

"Lista Negra"

Usada para descrever pessoas que, por
alguma razão negativa, estão excluídas de
certos grupos, ou ainda que uma pessoa
está sendo perseguida. Mais uma vez a
 palavra “negra” é usada como algo
negativo. Diga:
 lista proibida/restrita.

"Mercado Negro"


Muito usado para se refererir a um
sistema de compras e vendas clandestino,
ilegal.
Substitua por :
mercado clandestino.



PODCAST - CONSCIÊNCIA NEGRA

A luta antirracista é uma luta diária e o debate sobre o tema se faz importante não somente na data da Consciência Negra (20/11), no dia Nacional do Combate à Discriminação Racial (03/07) ou em demais datas comemorativas, mas sempre.

Nesse contexto, o Grupo Neoenergia produziu o podcast “A Diversidade que Queremos” para proporcionar uma reflexão sobre discriminações racistas e incentivar mudanças de comportamento para um mundo com mais respeito e igualdade. Entre os temas abordados: racismo estrutural, expressões racistas e diversos preconceitos que ainda são reproduzidos.

Clique abaixo para ouvir e ficar por dentro do assunto! ​​​​​​​​​​

 Lista de Botões |

Informações Relacionadas