mario-ruiz-bei

Neoenergia firma parceria com BEI para financiamento de projetos de energias renováveis no Brasil

17/03/2022
17/03/22

Empréstimo do BEI de 200 milhões de EUR para apoiar projetos de ação climática da Neoenergia no Brasil. Foi a primeira visita do Vice-Presidente do BEI Ricardo Mourinho Félix ao Brasil, para anunciar o reforço da intervenção na região com o lançamento do BEI Global 

 

 

 

  ​ mario-ruiz-bei

 

Mario Ruiz-Tagle, CEO da Neoenergia, e Ricardo Mourinho Félix, vice-presidente do BEI, durante cerimônia que celebrou parceria focada em projetos de energias renováveis no Brasil. 

 

  

O Banco Europeu de Investimento (BEI) e a companhia brasileira de energia Neoenergia assinaram um empréstimo de 200 milhões de EUR para o financiamento de projetos de energias renováveis no Brasil. ​

A Neoenergia é uma das maiores empresas de energia do Brasil e da América Latina. O empréstimo do BEI permitirá à Neoenergia construir os parques eóicos de Chafariz e Oitis e o projeto solar de Luzia. ​​

O novo acordo contribuirá para o desenvolvimento de uma série de parques eólicos terrestres agrupados em dois polos situados nos estados brasileiros da Paraíba, Piauí e Bahia, bem como uma central solar fotovoltaica que será construída em Paraíba, a aproximadamente 10 km do polo eólico. A capacidade global instalada é de 715,5 megawatts (MW), dos quais 566,5 MW de energia eólica e 149 MWp de energia solar fotovoltaica. 

O empréstimo é um exemplo dos esforços conjuntos da UE no âmbito da Equipa Europa e coloca em evidência as prioridades do Banco na América Latina: contribuir para o crescimento sustentável e inclusivo e promover a ação climática. 

Numa cerimónia de assinatura no Rio de Janeiro, o Vice-Presidente do BEI Ricardo Mourinho Félix, responsável pelas operações na América Latina, afirmou: "A energia limpa é essencial para o crescimento sustentável. Para nós faz todo o sentido assinar este empréstimo de 200 milhões de EUR com a Neoenergia, destinado a projetos de energias renováveis no Brasil. Recentemente, lançámos formalmente um novo ramo de desenvolvimento, o BEI Global, que reforçará as atividades fora da União Europeia, incluindo na América Latina. O acordo celebrado realça as prioridades do BEI no Brasil e na América Latina, ajudando a promover o crescimento económico sustentável e inclusivo, ao fomentar o investimento produtivo." 

Presidente da Neoenergia, CEO Mario Ruiz-Tagle afirmou: “A Neoenergia vem trilhando o caminho da transição energética e do combate às mudanças climáticas há muitos anos. Nosso primeiro parque eólico, por exemplo, já tem quase 20 anos. Atravessamos um momento em que o investimento no setor de energia impacta diretamente um futuro mais verde. O setor financeiro tem um papel essencial na mobilização do capital necessário para desenvolver projetos sustentáveis, assim como para assegurar que as atividades da empresa serão responsáveis e em linha com as melhores práticas dentro das dimensões ASG.

Os acordos com o Banco Europeu de Investimento reforçam o compromisso da Neoenergia em acelerar a integração de soluções energéticas de baixa ou nenhuma presença de carbono nos negócios. Os recursos serão alocados em projetos estratégicos para a companhia, como o Parque Eólico Neoenergia Chafariz (PB), que acaba de ser entregue, além do Parque Eólico Neoenergia Oitis (PI e BA), em construção, e também os parques solares como Neoenergia Luzia, cujas obras já foram iniciadas. Com essa transação, a Neoenergia ganha um novo acesso a uma linha de fomento que contribui para construção de ativos de elevada qualidade no Brasil onde estamos presentes há 25 anos, sendo uma das líderes do setor no país, com atuação bastante importante na defesa da igualdade de gênero, por meio de diversas iniciativas como a escolas de eletricistas, cada vez mais com presença de mulheres em suas turmas, e no apoio ao esporte com o impulso do futebol feminino."

Embaixador da UE no Brasil, Ignacio Ybáñez Rubio, afirmou: "O Pacto Verde Europeu está a inspirar a atual agenda de cooperação entre a UE e o Brasil, dando especial importância à promoção do desenvolvimento sustentável e à recuperação pós-COVID. O financiamento do BEI contribui para os esforços do Brasil em direção às metas dos ODS 2030 e à neutralidade climática até 2050. Congratulamo-nos com o financiamento renovado do BEI da Neoenergia em projetos de energia renovável, que é apoiado por garantias da UE. Esta nova linha de crédito é um componente importante do nosso apoio Team Europe para ampliar a infraestrutura de energia renovável no Brasil" 

Promoção da educação e do desenvolvimento profissional das mulheres 



 

A Neoenergia investe no bem-estar e no desenvolvimento dos seus trabalhadores e dos membros das comunidades em que opera. Em particular, em 2019, a Escola de Eletricistas da Neoenergia lançou um programa de formação orientado exclusivamente para mulheres, reconhecido pela ONU Women como um exemplo da promoção da educação e do desenvolvimento profissional, tendo-lhe sido atribuído o XI Premio Corresponsables de Iberoamérica. 

Primeira visita do Vice-Presidente à América Latina 

 

O anúncio da Neoenergia ocorreu durante a visita de cinco dias ao Brasil. O vice-presidente do BEI, Ricardo Mourinho Félix abriu o evento 7º Fórum do Desenvolvimento da ABDE em Brasília, onde o chefe do escritório da América Latina, Alexandre Staff Varela, participou como painelista ao lado de participantes do Banco de Compensações Internacionais (BIS), Banco Mundial (BM), AFD e Desenvolve SP. Após o lançamento do BEI Global, este ano, a visita permitirá uma relação de trabalho mais estreita com as autoridades brasileiras, incluindo os representantes ministeriais, bancários e regionais que a delegação se reunirá esta semana. 

 

  

EIB Global: um novo parceiro para a Equipe Europa ​

No ano passado o Grupo BEI concedeu 8,1 mil milhões de EUR de financiamento a projetos em mais de 160 países fora da União Europeia, incluindo o Brasil, elevando o montante total dos investimentos fora da UE para mais de 1,5 bilhões de EUR. 

Em janeiro de 2022, o BEI anunciou a criação do BEI Global, o seu ramo dedicado às parcerias internacionais e ao financiamento do desenvolvimento. O BEI Global reunirá todos os recursos e conhecimentos especializados do BEI adquiridos fora da União Europeia ao abrigo de uma estrutura de gestão clara que visa dar um contributo forte e mais orientado para os projetos e iniciativas da Equipe Europa. 

O BEI no Brasil ​

O BEI tem uma presença significativa no Brasil, através do financiamento de importantes projetos de investimento público. O Brasil é o maior beneficiário de financiamento do BEI na América Latina, com mais de 4,7 bilhões de EUR de fundos disponibilizados desde que o Banco começou a operar no país, em 1997. 

Nos últimos anos, o BEI financiou investimentos estratégicos no Brasil nos setores de energia, água, telecomunicações e desenvolvimento urbano, incluindo o projeto de água e saneamento da Copasa em Minas Gerais e linhas de crédito com bancos brasileiros, como o BDMGBNB e BRDE. 

Desde o início das operações do BEI na América Latina, em 1993, o Banco disponibilizou um total de 11,4 bilhões de EUR em financiamento, para apoiar 150 projetos em 15 países da região. 

Banco Europeu de Investimento (BEI)​

O Banco Europeu de Investimento (BEI) é a instituição da União Europeia que viabiliza empréstimos a longo prazo, e cujo capital é detido pelos Estados-Membros. Concede financiamentos a longo prazo para investimentos viáveis que contribuam para a concretização dos objetivos estratégicos da UE. O Banco Europeu de Investimento (BEI) concede empréstimos a longo prazo em nome da União Europeia. 

Este é o quinto acordo assinado entre o BEI e o Grupo Neoenergia, demonstrando mais de 10 anos de cooperação entre as duas instituições. ​

Notícias relacionadas