“É a chance da gente fazer melhor”

  • Sim
  • Sim
  • Sim

Com a frase que intitula esse texto a articuladora do Selo UNICEF em Panelas, (PE), Cidinha descreve o que representa a iniciativa para o município. Inscrito na edição 2017-2020 do Selo UNICEF e já certificado pela edição passada, ela explica que a busca pelo Selo direciona o olhar dos gestores para o município e para o que está sendo feito. Localizado na região Agreste, o município tem 26 mil habitantes, dos quais 9.500 têm entre 0 e 17 anos de acordo com o IBGE.



“Se, por ventura, estivermos fazendo algo errado, é a hora de parar e consertar. É a chance da gente fazer melhor”, descreve Cidinha. Ela reforça que o município já mantinha um olhar especial para o público da 1ª infância à adolescência, mas destaca que as ideias apresentadas pelo UNICEF ajudaram a fortalecer as políticas públicas. E cita como um destaque do município o Núcleo de Cidadania do Adolescente (NUCA).


“Esse fortalecimento do protagonismo juvenil, da vivência do adolescente em cidadania e na busca por aguçar o interesse por políticas públicas foi um dos grandes frutos do Selo UNICEF para Panelas”, relata Cidinha. A partir da implantação do NUCA, instituído na edição passada do Selo UNICEF e fortalecido nesta edição, ganhando sede própria, localizada ao lado da Secretaria de Educação do município, os adolescentes passaram a ter um papel, de fato, atuante no município. 


Cidinha destaca que o grupo do NUCA participa das audiências e fóruns comunitários com opiniões e voz ativa, além de se apresentarem em todas as celebrações e eventos municipais com atividades musicais, de dança, encenação teatral ou de poesia. “A gente já fazia essas atividades de forma particular, em cada uma das escolas. Agora é no NUCA, eles tem um espaço e se reúnem diariamente. Sentimos que os adolescentes estão ainda mais conscientes de seu papel e de como ele é exercido no município”, conta, citando que o UNICEF deu a chance com o pontapé inicial e o município conseguiu agarrar e consolidar. 


Ela pontua ainda que o Selo UNICEF representa ainda a possibilidade de melhoria de vida em todas as áreas. “Olhando as linhas de base e as ações sistêmicas, que somos convidados a realizar, temos a oportunidade de olhar para o nosso povo. Cada indicador daquele impacta na vida dos panelenses. Por isso, acompanhar os indicadores, ver o que conseguimos alcançar e ultrapassar, e ainda ser reconhecido, é tão bom”, comenta , falando sobre a metodologia da iniciativa. 



SELO UNICEF 

A Edição 2017-2020 do Selo UNICEF conta com a participação de mais de 1.924 municípios de 18 estados brasileiros, na Amazônia e no Semiárido. Panelas é um dos 123 que estão em Pernambuco. O sucesso da iniciativa é resultado da parceria entre o UNICEF e governos estaduais e municipais por meio da atuação integrada direcionada às crianças e adolescentes. Alcançar todas essas cidades, meninos e meninas só é possível diante do apoio de milhares de doadores individuais e de parceiros corporativos como Amil, Instituto Net Claro Embratel, Fundação Itaú Social, RGE, Enel, Coelba, Cosern, Celpe, BNDES, CPFL, Sanofi, Neve, Energisa, Celpa e Cemar. 


Quero:

Informações Relacionadas