Nossa História

  • Sim
  • Sim
  • Sim

​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​Uma história de solidez e investimentos no país

​​​​​Controlada pelo grupo espanhol Iberdrola, a Neonergia​ tem uma história de mais de 20 anos no Brasil. As atividades começaram em 1997, com investimentos em distribuição de energia elétrica na Bahia e no Rio Grande do Norte. Desde então, a Neoenergia ampliou as suas atividades, sob a premissa de ser um investidor de longo prazo no país. Hoje, a empresa é um dos maiores atores do setor de energia do Brasil, com atuação integrada e diversificada. Possui ativos de distribuição​, geração​​, transmissão e comercialização​ de energia em 18 Estados​












CONHEÇA CADA ETAPA DA NOSSA TRAJETÓRIA​​​​​​​​​​​​​​






 Accordion | 1997

 Accordion | 1999


- Outorga da concessão de uso de bem público para exploração do aproveitamento hidrelétrico denominado Itapebi no rio Jequitinhonha (capacidade instalada de 462 MW).



 



 Accordion | 2000

- Aquisição da Celpe (Companhia Energética do Estado de Pernambuco), em leilão de privatização, pelo preço mínimo estabelecido de R$ 1,8 bilhão. O negócio incluía o compromisso de construção de uma usina termoelétrica no Estado, dando início a construção da UTE Termopernambuco  (capacidade instalada de 532 MW).


 

- Início da construção da UTE Termoaçu, localizada no Estado do Rio Grande do Norte, em parceria com a Petrobras (capacidade instalada de 368 MW).

- Criação da comercializadora NC Energia.

 


 Accordion | 2003

- Aquisição de 42% das ações da Itapebi que pertenciam à Coelba.



 


 Accordion | 2004

- Reestruturação e criação da holding com a adoção do nome Neoenergia.

- Entrada em operação comercial da UTE Termopernambuco .

 



 Accordion | 2005

- Leilão de concessão para construção da UHE Baguari (capacidade instalada de 140 MW, 51% Neoenergia) e das PCHs Goiandira (capacidade instalada – 27 MW) e Nova Aurora (capacidade instalada – 21 MW).


 


- Constituição da Afluente Geração e Transmissão de Energia Elétrica S.A. (capacidade instalada 18 MW) para atender as diretrizes de desverticalização das atividades de distribuição, dadas pela Lei nº 10.848/2004 e assumir os ativos de geração e transmissão da Coelba .

 



 Accordion | 2008

- Operação comercial da UTE Termoaçu.

- Leilão de concessão da UHE Baixo Iguaçu  (capacidade instalada 350 MW, 70% Neoenergia).

 



 Accordion | 2009

- Inauguração das Pequenas Centrais Hidrelétricas - PCHs Pirapetinga, Pedra do Garrafão, as UHEs Baguari e Corumbá .Baguari






Corumbá


- Aquisição da autorização para construção, operação e manutenção da Subestação Narandiba

 




 Accordion | 2010

- Aquisição da participação de 10% na UHE Belo Monte (capacidade instalada 11.233 MW), localizada no rio Xingu (PA).

- Leilão de concessão de construção e exploração da UHE Teles Pires  (capacidade instalada 1.819 MW, 51% Neoenergia).



 

- 2º Leilão de fontes alternativas: aquisição de nove parques eólicos (capacidade instalada 258 MW, 50% Neoenergia)

- Início da construção de 10 parques eólicos, nove arrematados no leilão e Caetité 1 no ACL (capacidade instalada total 30 MW, 50% Neoenergia).

- Assinatura do Contrato de Concessão da Afluente Transmissão de Energia Elétrica S.A. e das usinas da Afluente Geração de Energia Elétrica S.A.

- Entrada em operação comercial das PCHs Sítio Grande, Goiandira e Nova Aurora.

- Conclusão das obras de construção da UHE Dardanelos.

- Assinatura do Instrumento de Compra e Venda com a Iberdrola para aquisição das empresas de cogeração Energyworks e Capuava Energy (91 MW).




 Accordion | 2011

- Início da operação da subestação Narandiba.

- Entrada em operação comercial da UHE Dardanelos.

- Aquisição da concessão para construção, operação e manutenção da subestação de Extremoz II.

 



 Accordion | 2012

- Concessão para construção, operação e a manutenção da expansão da Subestação Brumado II.

- Assinatura do contrato de concessão de Baixo Iguaçu, por meio da SPE Geração Céu Azul S.A. com prazo de 35 anos, após liberação da licença de instalação nº 17033, decorrente de longo processo de licenciamento ambiental.

 



 Accordion | 2013

- Início das obras de Baixo Iguaçu.

- Entrada em operação comercial dos parques eólicos Mel e Arizona 1.

- Conclusão das obras dos parques Caetité 2 e 3, e Calango 1, 2, 3, 4 e 5 com o status de “Aptos a Operação Comercial reconhecido pela ANEEL.

- Leilão de transmissão da ANEEL 001/2013, com a aquisição do o lote G, para a construção, operação e a manutenção da Linha de Transmissão em 500kV com extensão aproximada de 196km e seus respectivos bays de conexão nas subestações Campina Grande III, na Paraíba e Ceará-Mirim II, no Rio Grande do Norte.

- Conclusão da venda da UTE Termoaçu para a Petrobras, com a transferência de 23% da participação acionária da Neoenergia.

 





 Accordion | 2014

- Reformulação do acordo de acionistas que rege a parceria entre a Iberdrola e a Neoenergia na FEB. A empresa de controle original, Força Eólica do Brasil, sofreu uma cisão parcial na qual resultaram três companhias. Além da empresa original, que permaneceu sob o controle conjunto, foram criadas duas outras cada uma de controle de um dos sócios, ficando a Neoenergia sob controle da FEB 1, controladora dos parques Caetité 1 e 2 e Calangos 1,4 e 5. Nesse contexto a FEB 1 tornou-se uma companhia controlada pela Neoenergia que passou a consolidá-la pelo método global.

- Contratação de seis novos parques eólicos, sendo três no Rio Grande do Norte e três na Paraíba (capacidade instalada 178,5 MW, 50% Neoenergia).

- Operação comercial a expansão da Subestação Brumado II.

- Operação comercial dos parques eólicos Caetité 1, Caetité 2 e Caetité.

 



 Accordion | 2015

- Concluída a operação de compra, pela Neoenergia, da participação que a Iberdrola detinha da COELBA e COSERN de 8,5% e 7,01% respectivamente.

- Entrada em operação comercial da subestação Extremoz II.

- Conclusão da construção de 4 UGs de Teles Pires, tendo a condição de “apta" reconhecida pela ANEEL, com a entrada em operação das duas primeiras mediante a disponibilização da linha de transmissão provisória no final do ano.

 ​​



 Accordion | 2016

- Entrada em operação comercial a Linha de Transmissão de Potiguar Sul.​

- Entrada em operação comercial completa da UHE Teles Pires.

- Entrada em operação comercial 5 parques eólicos (Calango 1, 2, 3, 4 e 5).

- Entrada em operação em teste de Calango 6 e Santana 1 e 2.


 

- Compra pela Geração CIII S.A. das ações de emissão da Energética Corumbá III S.A. pertencentes a Strata Construções e Concessionárias Integradas S.A. e Energ Power S.A.

- Início do processo de venda à Contour da totalidade da participação societária detida pela Neoenergia nas seguintes sociedades: (i) Afluente Geração de Energia Elétrica S.A.; (ii) Bahia PCH I S.A.; (iii) Goiás Sul S.A.; (iv) Rio PCH S.A.; e (v) EnergyWorks do Brasil Ltda., com Capuava Energy Ltda.

 



 Accordion | 2017


- Conclusão da venda dos ativos de PCH e Cogeração para a Contour Global do Brasil em 17 de março de 2017.

- Entrada em operação comercial de 3 parques eólicos (Canoas, Lagoa 1 e Lagoa 2).

- Entrada em operação das unidades geradoras 5 e 6 do sítio Pimental da UHE Belo Monte.

- Entrada em operação das unidades geradoras 4, 5, 6, 7 e 8 do sítio Belo Monte da UHE Belo Monte.

- Incorporação da Elektro Holding e suas subsidiarias.


 

- Participação no Leilão de Transmissão nº 05/2016-ANEEL, no qual a Neoenergia arrematou 4 lotes com 583 km de linhas.

- Participação no Leilão de Geração, nº 05/2017, denominado “A-6" de 2017, no qual Neoenergia arrematou 9 parques eólicos na Paraíba que totalizaram um acrescimento de 294,5 MW de potência instalada.

- Ainda parte deste mesmo complexo de parques na Paraíba, outros 6 empreendimentos eólicos, os quais serão comercializados no ambiente livre, também estão em implantação, com operação comercial prevista também para janeiro de 2023 e potência estimada em 176,7 MW.

- Participação no Leilão de Transmissão nº 02/2017, no qual a Neoenergia arrematou dois lotes totalizando um acréscimo de 1.074 km em linhas de transmissão.

 



 Accordion | 2018

- Entrada em operação das unidades geradoras 9, 10, 11 e 12 do sítio Belo Monte da UHE Belo Monte.


 

- Participação no Leilão de Transmissão nº 004/2018-ANEEL, no qual a Neoenergia arrematou 4 lotes que correspondem a 3.001 km em linhas de transmissão.


 Accordion | 2019

​​​- Entrada em operação comercial da Usina Hidrelétrica Baixo Iguaçu, com capacidade de 350 MW.​- Em 1º julho, a Neoenergia finalizou o processo de IPO na B3 e passou a integrar o Novo Mercado, mais elevado nível de governança corporativa da Bolsa.​


 






Quero:

Informações Relacionadas

 Informações Relacionadas