​​​​​Motivação que se renova a cada dia

  • Sim
  • Sim
  • Sim

São 28 anos de dedicação à missão de iluminar vidas, mas a energia de Rinaldo Cesário parece ser renovada a cada nova jornada de trabalho. “Acordo, engraxo minhas botas diariamente e vou trabalhar com a mesma garra e disposição do meu primeiro dia na Celpe”, destaca. Um dos ingredientes sempre presente é a satisfação em fazer a diferença para tanta gente, somada à capacidade de inovação e a uma boa dose diária de bom humor.


​​Quando criança, Rinaldo era um menino criativo, para o qual todo motorzinho quebrado poderia se tornar um novo invento: “Minha mãe precisava ficar de olho, porque eu sempre estava à procura de uma novidade para me entreter e adorava eletricidade”. Sua criatividade e inquietude em propor soluções continuam rendendo novas invenções. “A necessidade me faz ser criativo; quando percebo uma dificuldade em campo, fico martelando até conseguir desvendá-la”, destaca. Foi assim que surgiram seus dois principais inventos: o Espanta Passarinho, objeto simples, feito de plástico reaproveitado, que impede que o pássaro faça ninho na chave; além de um adaptador para colocação do identificador de falta de fase, feito sem custo, com reciclagem de garrafa pet, que funciona para encaixe do equipamento na rede elétrica sem precisar de equipe de Linha Viva.​

​Pai de quatro filhas, Rinaldo é uma referência para sua família e não poupa demonstrações de amor e afeto desde o nascimento de Thalyta, há 21 anos, quando precisou superar um grande desafio. Quando a filha tinha apenas 2 anos, Gilvanise, mãe de Thalyta e então esposa do eletricista, faleceu. Não havia familiares por perto para auxiliá-lo a cuidar da criança. “Eu jamais desistiria de ter a minha filha perto de mim. Pedi à minha irmã que viesse morar na minha casa. Ela trouxe sua família e assumi a responsabilidade de mantê-los financeiramente por mais de um ano. Foi aí que conheci Janeide, casamos e ela passou a cuidar de Thalyta com amor de mãe”. Mais de duas décadas depois, o crescimento da filha mais velha é motivo de comemoração: após passar em cinco instituições de ensino superior, ela escolheu a Universidade Federal de Pernambuco para cursar Arquitetura.

Antes de casar-se novamente, Rinaldo teve outra filha, Jéssica, e a família ficou completa com mais duas filhas, já casado com Janeide – Thayná e Thayane. “Hoje, somos uma família só”, conta. “Nosso pai é como a luz, clareia e brilha por onde passa”, comenta a caçula, Thayane.

Para continuar fazendo a diferença na vida de suas filhas, esposa, amigos e clientes, ele não abre mão da segurança, aprendizado reforçado após ter que superar a trágica a perda de um colega de trabalho. “O único desgosto e constrangimento em minha profissão foi ter que tirar um amigo morto de cima do poste, há 15 anos. Jamais esquecerei essa cena. A confiança excessiva e qualquer desatenção podem ser fatais. Por isso a Segurança é primordial”.


*Rinaldo Cesário é pai de Thalyta, 21 anos, Jéssica, 18 anos, Thayná, 14 anos, Thayane, 9 anos, e marido de Janeide há 17 anos.​









Quero:

Informações Relacionadas