29/09/2020

Iniciativas de aproximação entre líderes e colaboradores resultam em alto engajamento dos profissionais

    talentos
  • Sim
  • Sim
  • Sim












Ao menos uma vez por mês, colaboradores da Neoenergia, uma das maiores empresas do setor elétrico brasileiro, têm encontro marcado com os principais executivos da companhia, entre eles o diretor-presidente, Mario Ruiz-Tagle. Essa é uma ação realizada pela área de Desenvolvimento Organizacional e Cultura para reduzir as distâncias entre as lideranças e os aproximadamente 12 mil funcionários que atuam em 18 estados do país. A iniciativa de aproximação surgiu desde março por chamada de vídeo, devido à pandemia de Covid-19, resultando em um nível de engajamento de 89%, medido pela pesquisa anual de clima, o que quer dizer que a maior parte dos profissionais se sente motivada com os projetos e valores em que atua.

“Devido à pandemia, as pessoas precisaram se distanciar fisicamente e se conectar de outras formas para manter o senso de pertencimento e engajamento delas com a organização. Essa gestão remota de trabalho não vai passar, faz parte da nossa realidade a partir de agora, e requer habilidades e sensibilidade diferenciadas. Quando os líderes dedicam esse tempo para conversar, criam uma conexão cada vez mais forte e o resultado da pesquisa de clima que realizamos demonstra isso. Sob o ponto de vista da gestão, a transparência contribui para tornar o ambiente de trabalho mais positivo, especialmente neste contexto externo que não está tranquilo”, afirma Régia Barbosa, superintendente de Desenvolvimento Organizacional e Cultura da Neoenergia.

Uma das iniciativas é a Direto com Presidente, uma reunião mensal com Mario Ruiz-Tagle, em que o diretor-presidente compartilha informações e status dos negócios e responde perguntas dos colaboradores sobre quaisquer temas. Há também o Papo Expresso, evento com os diretores executivos do grupo. Na última quinta-feira (24), os funcionários da Neoenergia puderam participar ainda de uma live com Ignacio Galán, presidente do grupo Iberdrola, acionista controlador da companhia.

Diversas outras ações são realizadas regularmente. Um exemplo foi a iniciativa promovida pelo Comitê de Pessoas para reconhecer o trabalho dos colaboradores que atuam em campo desde o início da pandemia. Alguns funcionários receberam, de forma surpreendente, ligações dos diretores-presidentes da Celpe, Saulo Cabral, e da Cosern, Luiz Antônio Ciarlini, agradecendo o esforço e dedicação para levar energia com segurança para a população nos últimos meses.


A Neoenergia tem nas pessoas o seu principal valor e busca oferecer um bom ambiente de trabalho, com as melhores práticas em recursos humanos. A companhia investe constantemente em formação e desenvolvimento dos seus colaboradores. Em uma ação global, oferece oportunidades internacionais de trabalho em todas as localidades das empresas do Grupo Iberdrola. Como forma de estimular os profissionais, o recrutamento interno para vagas abertas no país é prioridade e teve uma taxa de aproveitamento de 77% em 2019. No ano passado, houve 1.195 promoções dentro da própria companhia.

Desde março, quando começou a pandemia, 4 mil colaboradores passaram a trabalhar em home office. Os demais permaneceram nas ruas, seguindo todos os protocolos de segurança, para garantir o fornecimento de energia, um serviço essencial para a população. O plano de retomada gradual das atividades nos escritórios foi iniciado em setembro, em fases estabelecidas de acordo com os números do novo coronavírus em cada local e de acordo com as recomendações dos órgãos de saúde.


Esta iniciativa faz parte da resposta do grupo Iberdrola ao Coronav​írus​.



 

 Ocultar | Mostrar mais +

Quero:

Informações Relacionadas