Mobilidade + Sustentável

  • Sim
  • Sim
  • Sim

​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​A Neoenergia reconhece a importância de contribuir com o desenvolvimento sustentável por meio de medidas voltadas ao combate das mudanças climáticas e o investimento em mobilidade elétrica faz parte desse compromisso. Afinal, o uso do carro elétrico diminui a emissão de gases de efeito estufa, contribuindo para a descarbonização e eletrificação da economia.

Ao investir em uma matriz energética mais limpa e advogar pela eletrificação da economia, a companhia contribui para transformar uma realidade que afeta a vida de todos no planeta. De acordo com um estudo realizado pelo Programa de Mobilidade Elétrica da Organização das Nações Unidas (ONU), os meios de transporte representam 25% de todas as emissões de CO2 no mundo.​


 

As ações da Neoenergia estão alinhadas com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) propostos pela ONU. Dentre os ODS, a mobilidade sustentável tem especial foco no número 7, voltado a levar energia acessível e limpa para todos, e o ODS 13, que busca tomar medidas urgentes para combater a mudança climática e seus impactos.

 

Compromisso e Política de Gestão

Uma Mobilidade Mais Sustentável faz parte do compromisso assumido pela empresa em sua Política de Gestão Sustentável, que exige a implantação de políticas que promovam a exploração sustentável do propósito corporativo do grupo. Os objetivos dessa iniciativa são a redução de emissões, promover a eficiência energética, melhorar a qualidade de vida das pessoas nas áreas em que o grupo atua e conscientizar os colaboradores.

 

“As empresas têm que procurar a sua atuação dentro desse novo modelo de funcionamento energético da humanidade para conseguir diminuir as mudanças climáticas."

Mário Ruiz Tagle, ​ presidente da Neoenergia​



PRINCIPAIS INICIATIVAS DE MOBILIDADE SUSTENTÁVEL

​ 

Frota Verde​

Em março de 2020, a Neoenergia passou a contar com a sua própria frota de veículos movidos a eletricidade para uso em atividades administrativas. Com isso, começou a disponibilizar carregadores elétricos em todas as bases regionais e administrativas da empresa, distribuídas nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Pernambuco e Rio Grande do Norte.

Os projetos de mobilidade elétrica desenvolvidos pela companhia abarcam ainda o investimento em um caminhão inteiramente elétrico para uso em serviços de manutenção da rede de distribuição.

A companhia também unifica o uso exclusivo do etanol para abastecimento de toda a sua frota de seus veículos flex. O resultado será uma redução expressiva na emissão de CO², o que leva a diminuição do efeito estufa.



O Maior Corredor Verde do Nordeste

A Neoenergia inaugura ​a maior eletrovia do nordeste com eletropostos de carga rápida​​, que conectará as capitais de Salvador (Bahia) e Natal (Rio Grande do Norte), passando pelas cidades de Aracaju (Sergipe), Maceió (Alagoas), Recife (Pernambuco) e João Pessoa (Paraíba).

O Corredor Verde é resultado de um projeto de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D), regulado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), e faz parte do Programa de Mobilidade Elétrica da Neoenergia, que integra planos da companhia em investir no estímulo de utilização de veículos elétricos e no processo de descarbonização da economia. A eletrovia terá 1.200 quilômetros de extensão e uma estrutura que contará com 18 pontos de abastecimento ao longo das vias que ligam os estados e áreas urbanas.


Está em andamento a avaliação de desempenho dos veículos elétricos, híbridos e à combustão em rotas urbanas, na cidade de Salvador, visando avaliar a autonomia dos automóveis, desempenho em situações cotidianas e definição de ajustes e melhorias. Após concluído, o Corredor Verde contemplará seis dos nove estados do Nordeste, passando por 70 municípios e contribuindo para que milhares de pessoas possam aderir à mobilidade elétrica de forma mais sustentável.  


No total, o Corredor Verde contará com 18 pontos de recarga. Desse número, 12 estarão ao longo das vias que conectam as seis capitais no formato SuperChargers, o que permite uma carga rápida – cerca de 30 minutos – e dois veículos sendo carregados ao mesmo tempo. Os demais eletropostos são do tipo Wallbox, possuem carga média com capacidade para carregar um veículo por vez, e foram instalados em shoppings de Salvador-BA, Recife-PE e Natal-RN. Atualmente, encontram-se instalados 10 SuperChargers e os 6 Wallbox que estão sendo utilizados pelo público.


“Esse é um importante desafio para a Neoenergia, pois iremos elaborar um modelo de negócio para viabilização e funcionalidade do Corredor Verde. Reconhecemos a importância de garantir o desenvolvimento sustentável através de medidas voltadas ao combate das mudanças climáticas e o investimento em mobilidade elétrica faz parte desse compromisso. Afinal, o uso do carro elétrico diminui a emissão de gases de efeito estufa, contribuindo para a descarbonização do planeta. Estudamos, ainda, associar as estações de recarga com energia solar, uma importante fonte renovável e não poluente”, declara o gerente corporativo de Pesquisa e Desenvolvimento da Neoenergia, José Brito.  


Além do benefício ambiental, o carro movido a eletricidade possui outras vantagens, a exemplo da eficiência. O veículo elétrico roda 100 quilômetros por um valor menor quando comparado a outros combustíveis. Evita a poluição sonora, pois não emite sons, e pode ser mais prático, já que o motor elétrico possui menos peças e ocupa um espaço menor no carro. Todos esses fatores combinados contribuem no estímulo à consciência ecológica e no investimento em iniciativas ‘verdes’.  


Inovação em andamento


O projeto de P&D abrange também a criação de softwares que irão colaborar para a gestão e uso do Corredor Verde. Os motoristas poderão acessar um aplicativo no qual apresentará informações sobre localização e disponibilidade das estações e permitirá o pagamento das recargas dos veículos. A plataforma de gestão dos eletropostos coletará dados das estações de recarga e permitirá o estabelecimento de preços para a sustentabilidade do negócio. 


Além disso, a empresa está em andamento com um laboratório de experimentação criado para analisar cenários de eventuais tarifações que venham a ser cobradas dos usuários dos veículos em uma possível abertura dos eletropostos para o público em geral. “O nosso objetivo é tornar o Corredor Verde comercialmente viável, por isso o nosso projeto abarca modelos de negócios que contemplem isso enquanto promove iniciativas sustentáveis para todos”, relata Brito.​

 

Fernando de Noronha

O arquipélago de Fernando de Noronha é composto por 21 ilhas, ilhotas e rochedos e está situado no litoral do Nordeste brasileiro, no estado de Pernambuco, área de concessão da Celpe, distribuidora de energia da Neoenergia.

Para estimular o uso de veículos elétricos e diminuir a emissão de gases poluentes, a Celpe adquiriu um carro elétrico que é abastecido em uma ecoestação com placas fotovoltaicas. Com um único veículo já será possível evitar a emissão de 1,5 toneladas de dióxido de carbono na atmosfera.

 

Fatura Eletrônica

Com o objetivo de oferecer mais facilidades aos clientes, a Neoenergia lançou o serviço, inédito no setor elétrico, para cadastro da fatura digital pelo assistente virtual no Whatsapp. A novidade já está disponível para os clientes das distribuidoras Coelba (BA), Celpe (PE), Cosern (RN) e Elektro (SP e MS).

A companhia tem estimulado a adesão dos clientes ao novo formato e, apenas entre janeiro e setembro de 2020, mais de 10 milhões de contas de energia foram enviadas por e-mail. Essa simples mudança já levou à redução no consumo de aproximadamente 55 milhões de litros de água, que seriam utilizados na produção do papel utilizado para impressão das faturas. Além disso, diminui a necessidade de deslocamentos de veículos para entrega das correspondências físicas.

O QUE MAIS VOCÊ PRECISA SABER SOBRE MOBILIDADE SUSTENTÁVEL?




 Accordion | O que é mobilidade sustentável?

A mobilidade sustentável surge para contrapor os efeitos negativos ocasionados pelo atual modelo de transporte que polui o ar, aquece o planeta, consome energia em excesso e prejudica a saúde dos cidadãos.

A mobilidade sustentável é um desafio energético e ambiental que ajudará a melhorar o bem-estar social, econômico e o transporte nas cidades. Para torná-la realidade, é importante a adoção do uso de carros elétricos, além do estímulo a iniciativas de carsharing e transporte público.​



 Accordion | Qual é o objetivo da Neoenergia ao investir em mobilidade elétrica?

​Contribuir para que os veículos de combustão, hoje a óleo, migrem para emissões de zero carbono. Trabalhar por uma mobilidade sustentável faz parte do compromisso assumido pela empresa em sua Política de Gestão Sustentável, alinhado com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) propostos pela ONU. O Grupo Neoenergia investe em energias renováveis e defende a eletrificação da economia para contribuir com o combate às Mudanças Climáticas.​


Quero:

Informações Relacionadas