03/09/2020

Renovação da parceria entre a Neoenergia e Associação de Pescadores de Itapebi garante renda para comunidade

    compromisso social
  • Sim
  • Sim
  • Sim


Cerca de 50 pescadores do município de Itapebi (BA) irão se beneficiar com a renovação do comodato entre a Neoenergia e a associação local que garante o uso da área localizada às margens do Rio Jequitinhonha para desenvolvimento das atividades de piscicultura em tanques-rede. O local fica próximo ao barramento da Usina Hidrelétrica (UHE) Itapebi, implantada e operada pela Neoenergia na divisa dos estados da Bahia e de Minas Gerais.  O projeto tem produção média mensal de 7 toneladas de tilápias, gerando emprego e renda para a comunidade.

Existente desde 2017, o comodato atende a Associação dos Pescadores Artesanais da Região do Baixo Jequitinhonha do município de Itapebi (ASBAPE). “Com a parceria, os pescadores usam parte do terreno da usina, cerca de 7 hectares, para armazenamento de ração e equipamentos voltados para criação de peixe. No rio, o número de tanques-rede chega a quase 170 e, em alguns anos, a produção pode alcançar 100 toneladas", afirma Daniel Novaes, engenheiro de Meio Ambiente da Neoenergia/UHE Itapebi. 





COMPROMISSO SOCIAL




O apoio na geração de renda por meio das atividades de piscicultura é apenas uma das iniciativas que a Neoenergia realiza de forma voluntária na região. A cidade de Itapebi também é beneficiada com o Balcão de Ideias e Soluções Educativas​, projeto da companhia que busca difundir ideias e soluções inovadoras em educação e mobiliza cerca de 120 estudantes da Educação Infantil e Ensino Fundamental da rede municipal de Itapebi.

Além disso, como parte das iniciativas previstas na concessão do licenciamento ambiental, é realizado o diagnóstico socioambiental participativo, voltado a definir os projetos de comunicação e educação ambiental em conjunto com a organização comunitária. Entre eles, se destacam a preservação da história e da cultura locais a partir de atividades de campo e exposição fotográfica, além da formação de agentes multiplicadores para apoio na proteção da nascente da Fonte da Bica. 





 



Quero:

Informações Relacionadas