07/06/2021

Neoenergia reforça diversidade e promove iniciativas sobre o tema para seus colaboradores

    diversidade


  • Sim
  • Sim
  • Sim

Diversidade

Como reforço a um de seus principais pilares, a Neoenergia promove ações para abordar o tema Diversidade com seu público interno. Entre os destaques, a companhia realizará, neste mês de junho, uma semana com convidados para discutir assuntos relevantes na sociedade, como sexualidade, violência contra mulher, raça, aceitação, entre outros. A ação faz parte do Programa de Diversidade da empresa, que tem como objetivo promover um ambiente de trabalho de inclusão, respeito às diferenças, empoderamento e combate ao preconceito.

Temos como propósito lutar pela igualdade de oportunidades e sabemos que podemos fazer a diferença, pois somos parte importante desse processo. Acreditamos na igualdade em todos os campos e que, além de ser um direito primordial, é também um dos fundamentos essenciais para construirmos um mundo mais próspero e justo a todos os grupos”, conta Régia Barbosa, superintendente de Desenvolvimento Organizacional da Neoenergia.

Durante a Semana da Diversidade os colaboradores terão acesso a conversas exclusivas com convidados como Maíra Azevedo, que é a jornalista e criadora de conteúdo no canal do YouTube Tia Má. Em sua apresentação abordará termas como cotidiano, relacionamentos, racismo e feminismo. Também haverá participação de Gabriela Augusto, mulher trans e negra, que nos últimos anos vem se dedicando a um trabalho de consultoria em Diversidade e Inclusão nas organizações. A discussão central das palestras e rodas de debate será em torno dos temas: Por que a Diversidade é importante para você?, Viés inconsciente, Violência contra a mulher, Diversidade nos negócios, Autoestima e protagonismo para incluir-se.

Além disso, a Neoenergia aproveitará a oportunidade para lançar o webapp Junt+s, uma plataforma exclusiva para multiplicar conteúdo, com depoimentos, informações, números de diversidade, vídeos e jogos. Neste espaço, as equipes da empresa poderão estar sempre informadas em relação ao assunto, saber reconhecer e desempenhar boas práticas nos mais diferentes ambientes e ter acesso a todos os benefícios de promover a diversidade em todos os campos da vida.

Atualmente, a companhia conta com 43% de mulheres nas suas equipes corporativas, sendo que na Diretoria Executiva a proporção é de 44% de presença feminina. O objetivo é que os números percentuais sejam ainda mais expressivos nos próximos anos. A independência financeira é uma das principais formas de empoderamento para todos os grupos e, por isso, promover a igualdade no acesso ao mercado de trabalho é essencial.

Quando respeitamos as diferenças, somos capazes de construir, juntos, o mundo em que queremos viver, com mais empatia, igualdade e oportunidades para todos. Queremos que nossos colaboradores se sintam à vontade para serem quem são, com a liberdade e o acolhimento merecidos”, reforça Régia.

Dentro da estratégia, a companhia prevê revisar constantemente os processos de Recursos Humanos, atuar em recrutamento e seleção para fazer processos seletivos mais inclusivos, formar sua liderança para gestão da diversidade e seguir fomentando ações de diversidade para empoderamento e combate ao preconceito

A Neoenergia mantém ainda uma Política de Igualdade de Oportunidades e Conciliação, não admitindo qualquer tipo de discriminação por raça, cor, idade, sexo, estado civil, ideologia, opiniões políticas, nacionalidade, religião, orientação sexual ou qualquer outra condição pessoal, física ou social entre seus profissionais. As iniciativas estão em consonância com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU, especialmente ao número 5, Igualdade de gênero.

Entre as demais iniciativas em prol da diversidade, a companhia acaba de se tornar a primeira patrocinadora exclusiva da seleção brasileira de futebol feminino, apoiando também a competição nacional de clubes, que passa a se chamar Brasileirão Feminino Neoenergia. O incentivo ao esporte praticado por mulheres se converteu em uma alavanca para seus valores essenciais: a igualdade entre homens e mulheres, inclusive como agente de mudança social que promove princípios como vida saudável, respeito, exemplo e disciplina.

Nesse contexto, a empresa criou ainda a Escola de Eletricistas para formação de profissionais na área, que também oferece turmas exclusivas para mulheres, a fim de estimular e apoiar a entrada do gênero em uma profissão ainda majoritariamente masculina. A iniciativa garantiu o reconhecimento da ONU Mulheres, em 2020.

Quero: