30/08/2022

Neoenergia assina memorando para projetos de hidrogênio verde e eólica offshore no RS

    hidrogênio verde; eólica offshore; rio grande do sul


  • Sim
  • Sim
  • Sim

            ​torres de eólicas offshore da Iberdrola


                  Parque eólico offshore de West of Duddon Sands (Reino Unido) / Iberdrola



















A Neoenergia firmou nesta quarta-feira (31) um memorando de entendimento (MoU, na sigla em inglês) com o Governo do Rio Grande do Sul para o desenvolvimento de hidrogênio verde e geração eólica offshore. A companhia está desenvolvendo estudos para a geração eólica em alto-mar no litoral gaúcho, o parque Águas Claras. A assinatura do acordo foi realizada no município de Esteio, durante a 45ª Expointer, exposição internacional do setor agropecuário.

O memorando tem vigência de três anos e prevê a cooperação na realização dos estudos para o fomento às duas tecnologias de energia limpa considerando a relevância portuária e o potencial eólico do estado. O foco é o Porto de Rio Grande, um dos mais importantes do país para o comércio internacional e que alberga empresas em áreas químicas, petroquímicas, mineração e fertilizantes. Os projetos podem ter sinergia com a infraestrutura portuária tanto na fase de instalação, por servir como área de apoio para a fabricação e estocagem dos materiais, quanto na de operação, permitindo o atracamento de embarcações especiais.

A parceria está alinhada à estratégia da Neoenergia para expansão do portfólio de renováveis e ao compromisso da companhia com a descarbonização. “As tecnologias de hidrogênio verde e geração eólica offshore podem levar o Brasil ao protagonismo global em energia limpa, que faz parte do DNA da Neoenergia. Buscamos contribuir com o setor elétrico nacional no desenvolvimento desses novos modelos de geração e nos antecipar ao mercado do futuro", afirma Eduardo Capelastegui, CEO da Neoenergia.

A iniciativa pode contribuir para a promoção da energia eólica offshore, incentivando o desenvolvimento socioeconômico e ambiental, de infraestrutura e das cadeias de valor e suprimento da região e do país. O Plano Nacional de Energia – PNE 2050, elaborado pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE), aponta que regiões offshore representam a última fronteira para o desenvolvimento da energia eólica, com aumento expressivo na exploração da fonte. O potencial da eólica marinha no Brasil é de 1,2 TW, de acordo com relatório do Banco Mundial e, segundo a EPE, de 700 GW em áreas com profundidade de até 50m. O Rio Grande do Sul se destaca nesse cenário.

Hidrogênio Verde

A parceria prevê ainda a colaboração da Neoenergia e do Governo do Rio Grande do Sul no desenvolvimento de projeto piloto de produção de hidrogênio verde e no estudo de oportunidades no Porto de Rio Grande. O combustível é um vetor estratégico para o segmento industrial e setores de difícil descarbonização, como o transporte urbano, marinho e aéreo.

O hidrogênio verde representa um avanço tecnológico em relação a outras fontes, como o cinza e o azul, provenientes de fontes como o gás natural. Quando classificado como verde, o hidrogênio é obtido a partir da eletrólise da água, em que a eletricidade de fontes renováveis, como eólica e solar, é utilizada para a decomposição das moléculas de água. Esse processo não gera dióxido de carbono e, por isso, é limpo.

Com a maior parte da matriz elétrica baseada em fontes renováveis e a expectativa de expansão do segmento, com o desenvolvimento de novas tecnologias como a eólica offshore, o Brasil tem condições de se tornar protagonista na produção de hidrogênio verde para atendimento à demanda interna e exportação. O Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) do Brasil, em fevereiro de 2021, apontou o hidrogênio verde como um dos temas prioritários para pesquisa e desenvolvimento no país.

Além do novo acordo com o governo do Rio Grande do Sul, a Neoenergia já havia assinado memorandos de entendimento com os governos de Pernambuco, do Ceará e do Rio Grande do Norte para o desenvolvimento de hidrogênio verde.

barra verde com a frase "O Futuro a gente faz agora!"
 


Informações Relacionadas