26/04/2021

Desenvolvimento da liderança na Neoenergia valoriza o protagonismo e aprendizado contínuo

    talentos
  • Sim
  • Sim
  • Sim

​​lidera-formacao-de-lideranca​​Companhia possui programa exclusivo para aprimoramento de gestores e futuros líderes. Em segundo ano da iniciativa, cerca de mil pessoas devem ser impactadas e participar das capacitações 


A Neoenergia lança a temporada 2021 do seu programa “Lidera”, voltado ao desenvolvimento da liderança em diversos níveis, entre futuros líderes, supervisores, gerentes e superintendentes. Para este ano, a expectativa é atender a 900 líderes, além de 100 futuros líderes que passam por uma jornada específica para o desenvolvimento de competências importantes para posições de liderança. Dentre as novidades de 2021, está uma plataforma exclusiva de troca de experiências entre os participantes, com um hub interativo de conteúdo de liderança, fomentando constantemente a autonomia e o protagonismo dos líderes ao longo de toda a jornada. 

Esse é o segundo ano do programa Lidera para todo os níveis, e o terceiro ano para os profissionais da primeira liderança, composta por supervisores e gestores. Entre eles, são realizados sprints – formação para desenvolvimento focalizado em um projeto – de modo a prepará-los em temas relacionados a liderança de pessoas, comunicação e diversidade, saúde e segurança, além de um novo módulo interno voltado a execução, para que os líderes possam expandir sua visão de negócio e compreender ainda melhor o funcionamento dos processos da Neoenergia. O módulo de execução também será uma novidade para a trilha de futuros líderes, do qual participarão analistas e especialistas. 

O programa como um todo foi estruturado para ser realizado no formato on-line, com temas importantes para o desenvolvimento de competências atuais e futuras relacionadas a liderança, transformação organizacional e cultural, experiência do cliente e inovação e sustentabilidade. 

Queremos formar líderes inspiradores, que estejam alinhados com a estratégia e cultura da companhia, que tenham um sentido de propósito forte e direcionado para a criação de um ambiente de aprendizagem contínua, funcionando como alavanca para o desenvolvimento das pessoas e sustentabilidade do negócio, afirma a superintendente de Desenvolvimento Organizacional e Comunicação Interna da Neoenergia, Régia Barbosa. 

O protagonismo e autonomia são fatores estimulados nessa nova temporada do programa Lidera. Os participantes têm total liberdade para identificar os temas que mais lhe interessam e se inscrever naqueles que mais se adequam a realidade individual de acordo com sua necessidade, trajetória e bagagem profissional. 

Entendemos que a construção do conhecimento deve ser contínua e colaborativa para potencializar a aprendizagem, a construção de relações e o desenvolvimento. Por isso, oferecemos como novidade um hub, que será o facilitador deste processo. Nesta plataforma, todos os participantes poderão acessar os materiais discutidos nos sprints, compartilhar conteúdos, integrar fóruns de discussão, construir planos de ação e movimentar informações relevantes, declara a gerente corporativa de Desenvolvimento Organizacional da Neoenergia, Mirella Ficoni. 

Além dos sprints de formação, o programa Lidera prevê a oferta de podcasts, vídeos, artigos e cases com assuntos que são definidos de acordo com as necessidades atuais e futuras do negócio. Ao longo desta temporada, também serão realizadas simulações organizacionais, momentos de incentivo ao feedback e planos de ação acompanhados de mentoria de forma a colocar em prática tudo o que foi ensinado durante os encontros. “Tempos em transformação exigem líderes com novas competências, que tenham confiança e entendam a importância de desenvolver continuamente suas habilidades”, completa Régia. 

gerente corporativo do Departamento de Subestações da Distribuição da Neoenergia, Emanuel Barbosa, é um dos líderes que tem sido impactado pelo programa. Ele diz que a iniciativa traz uma série de reflexões voltada para o aprimoramento da visão estratégica do negócio. O desenvolvimento facilita o processo de inovação. Quanto mais temos uma percepção de outros processos e áreas, entrando em contato com novos conhecimentos, melhores são as nossas conexões para inovar no ambiente de trabalho, afirma. 

Para o programa deste ano, o gerente tem a expectativa de aprender novas competências que reforçarão ainda mais a sua atuação. “O escopo do programa é muito dinâmico e tem o viés de interconectar uma série de valores existentes dentro da companhia, com treinamentos atuais e uma visão de futuro. A partir disso, temos o papel de transmitir esses valores para as nossas equipes, para que assim possamos fazer uma transformação estratégica e exponencial, de forma ampla e otimizada, conclui Emanuel. ​



Quero:

Informações Relacionadas