Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
 
                                           
​Aumento de queimadas próximas à rede elétrica provoca alerta das distribuidoras do Grupo Neoenergia​

Nos últimos meses do ano são registrados muitos focos de incêndios nos munícipios localizados no interior do nordeste brasileiro. Isso ocorre por conta da combinação de tempo seco, calor, baixa umidade do ar e pouca chuva nessa época do ano. As grandes incidências de queimadas nas áreas rurais e incêndios florestais são provocados de forma intencional ou acidental pelo homem. Essas queimadas são as principais causas de interrupções do fornecimento de energia elétrica, além de representar um risco para a segurança da população.

A Coelba, distribuidora do Grupo Neoenergia na Bahia, teve sua rede de fornecimento de energia interrompida por mais de 40 minutos em setembro, devido a uma queimada próximo à linha de subtransmissão em Luís Eduardo Magalhães. Essa interrupção de energia acabou atingindo cerca de 50 mil residências. Na semana passada, houve uma queimada ao lado da subestação de Rio das Pedras, também no munícipio de Luís Eduardo Magalhães.

No Rio Grande do Norte, onde fica localizada a concessionária Cosern, já foram registradas 199 queimadas somente este ano – um aumento expressivo de 53% em relação ao ano interior –, segundo dados levantados pelo Instituto Nacional de Pesquisas Especiais.
Há dois anos, nesse mesmo período, um incêndio de grandes proporções durou quatro dias e dizimou cerca de 200 hectares da Mata do Pilão, na reserva ambiental da APA Estadual Piquiri-Una, localizada na região Agreste do Rio Grande do Norte.

Incêndios como o citado acima, ocorridos próximo às linhas de transmissão e às redes de distribuição de energia elétrica, sempre representam um risco à segurança da população. Pensando nisso, a Cosern mantém um programa educativo permanente com dicas de
segurança para prevenir queimadas próximas à rede.

A legislação regula as queimadas impondo condições para que elas aconteçam de forma mais segura. Toda queimada precisa ser autorizada pelo órgão ambiental (Ibama ou órgãos ambientais estaduais). As queimadas, quando próximas à rede elétrica, podem provocar interrupções de fornecimento de energia. Ainda que o incêndio não atinja diretamente a rede, pode acabar colocando em risco o fornecimento de energia, já que o fogo e o excesso de calor danificam cabos e estruturas, causando curto-circuito e interrupção de rede elétrica. Basta o calor e o campo ionizado em volta dos cabos para criar um efeito chamado de arco-voltaico – onde ocorrem oscilações de energia.

Pensando nisso, as distribuidoras do Grupo Neoenergia desenvolveram uma lista com as dez principais dicas de segurança para prevenir queimadas e acidentes, destinada a quem mora no campo ou na cidade. Confira a seguir:

Não coloque fogo em terrenos baldios ou lixões; 
Evite queimar lixo doméstico em quintais ou em frente à sua casa, pois o fogo pode atingir a rede elétrica.
Não plante cana-de-açúcar, eucalipto e outras espécies de árvores frutíferas ou ornamentais de grande porte sob as linhas de transmissão e redes de distribuição. A vegetação pode tocar na fiação, causar acidentes e o desligamento da linha;
Não solte balões! Além de ser proibido por lei, pode causar acidentes;
Apague com água as fogueiras em acampamentos para evitar que o vento leve as brasas para a mata;
Não tente apagar fogo em rede elétrica com jatos de água sem a presença da distribuidora no local. Caso a rede ainda esteja energizada, o jato contínuo de água poderá conduzir a eletricidade até o indivíduo;
Mantenha atenção à rede elétrica ao usar máquinas agrícolas, respeitando a distância para evitar acidentes durante o deslocamento ou manutenção no maquinário;
Os estais (cabos de aço que auxiliam a sustentação do poste) nunca devem ser retirados para abrir espaço para plantação, por exemplo;
Atenção ao regular o equipamento de irrigação em áreas próximas a redes elétricas. Se o jato de água atingir os fios, pode ocorrer curto-circuito;
Ao identificar um foco de incêndio, informe a Guarda Florestal e ao Corpo de Bombeiros. Se for às margens de uma rodovia ou próximo da rede elétrica, notifique também a distribuidora responsável.