28/07/2021

Neoenergia inicia operação comercial do Complexo Eólico Chafariz

    renovaveis


  • Sim
  • Sim
  • Sim

Empreendimento localizado no Sertão da Paraíba tem os primeiros 10 aerogeradores em funcionamento, entregues com 17 meses de antecedência em relação ao início da vigência do contrato no Mercado Regulado 

complexo-eolico-chafariz 

Complexo Eólico Chafariz (PB) 

  

A Neoenergia iniciou a operação comercial do Complexo Eólico Chafariz, no Sertão da Paraíba. A partir de hoje (29/7), os primeiros 10 aerogeradores do empreendimento entram em pleno funcionamento e têm capacidade instalada correspondente a 34,65 MW. A entrega está com 17 meses de antecedência, em relação ao início da vigência do contrato no Mercado Regulado. 

A fase de teste dos demais aerogeradores segue em andamento de acordo com a programação e a companhia manterá o mercado informado acerca das novidades. 

No total, o Complexo terá 471,25 MW de capacidade instalada, sendo 61% da energia alocada para o Mercado Regulado (ACR) e 39% para o Ambiente de Contratação Livre (ACL). A implantação completa está pr​​evista para ser finalizada até o fim deste ano, com significativa antecipação em relação ao plano de negócios e reforçando o posicionamento da Neoenergia em executar seu plano estratégico e o seu compromisso com a taxa de retorno dos projetos. 

Essa fase foi possível após a energização da nova subestação Santa Luzia II e uma linha de transmissão. Os empreendimentos foram adquiridos pela empresa no lote 6 do Leilão de Transmissão, de dezembro de 2017, e entregues com antecipação de 21 meses em relação ao prazo contratual do órgão regulador. Com isso, os projetos contribuem para o escoamento da geração de energia limpa na região, onde a companhia já possui três parques eólicos em operação, além do complexo Chafariz em construção. 

Sobre Chafariz 

O Complexo Eólico Chafariz terá 15 parques, sendo um dos maiores projetos de geração eólica da Neoenergia no País e da Iberdrola​ na América Latina. Serão instaladas 136 turbinas com capacidade unitária de 3,465MW, uma das mais modernas do mercado, que atualmente estão em fase de testes. 

A construção do complexo foi iniciada em outubro de 2019, antecipada em relação ao plano de negócios da companhia. Foram gerados mais de 1,4 mil postos de trabalho, sendo aproximadamente 40% de mão de obra local. Além de contribuir com a geração através da criação de empregos, a companhia tem realizado diversas ações para beneficiar os municípios no entorno de Santa Luzia, como a realização de cursos de capacitação, a instalação de painéis fotovoltaicos em unidades de saúde, reforma de escola e apoio a artesãs da comunidade quilombola da Serra do Talhado. ​


Quero:

Informações Relacionadas