22/11/2021

Neoenergia gera benefícios socioambientais no entorno da Usina Hidrelétrica Itapebi

    renovaveis; hidrica


  • Sim
  • Sim
  • Sim


Investimentos em saneamento básico e reformas de casas atendem à população do município de Salto da Divisa, em Minas Gerais


 

acoes-socioambientais-uhe-itapebi


A geração de benefícios sociais, ambientais e econômicos para as áreas onde atua faz parte do propósito da Neoenergia. No entorno da usina hidrelétrica Itapebi (BA), a companhia beneficia a população do município de Salto da Divisa, em Minas Gerais, com obras para a implantação de rede saneamento básico e a realização de um programa de adequação de habitações, oferecendo mais qualidade de vida aos moradores. 

Participamos ativamente na construção de um legado para a sociedade, focando em iniciativas que beneficiam as comunidades nas regiões das nossas usinas. Além de gerar energia renovável e contribuir com a transição energética e uma economia de baixo carbono, buscamos sempre criar valor para a sociedade, afirma José Paulo Werberich, superintendente de Operações e Engenharia de Hidráulicas da Neoenergia. 

A companhia investiu R$ 2,5 milhões na primeira etapa do programa de apoio ao saneamento básico da cidade, com o objetivo de implantar uma rede que atenda a maior parte do município – enquanto no início da iniciativa, em 2018, eram menos de 40% atendidos pela rede de saneamento. O projeto pode contribuir com a melhoria da saúde das pessoas e está alinhado aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) – principalmente o de número 6, que prevê a garantia de água potável e saneamento – criados pelas Nações Unidas e com os quais a Neoenergia tem compromisso. A segunda etapa das obras está contratada, aguardando o licenciamento ambiental pela prefeitura de Salto da Divisa, com previsão duração de dez meses após a emissão das licenças. 

O investimento na rede de esgoto pode influenciar ainda no controle do desenvolvimento de macrófitas aquáticas. Essas plantas têm inúmeros benefícios para a biodiversidade, mas, se crescerem de forma excessiva, são consideradas daninhas por terem impactos negativos como o comprometimento a qualidade da água. Para evitar problemas de navegação e saúde pública para a comunidade, desde 2015, a Neoenergia já destinou mais de R$ 4,6 milhões à retirada dessa vegetação em Salto da Divisa, sendo R$ 1,4 milhão em 2020. Vale ressaltar que a Neoenergia, desde agosto de 2020, realiza também o programa de monitoramento e estudos sobre o desenvolvimento dessas plantas, com foco no controle ecológico, origem do crescimento acelerado e possíveis destinações dessas plantas. A equipe de pesquisadores constatou que as espécies têm se proliferado em função do lançamento de esgoto nos corpos hídricos do município de Salto da Divisa. 

Reforma de imóveis 

acao-socioambiental-itapebi-igreja
 

Moradores de Salto da Divisa estão sendo beneficiados, igualmente, pelo Programa de Adequação das Habitações Danificadas. Ao todo, poderão ser contemplados até 260 imóveis do município, localizados no polígono defino em torno de 100 metros de distância do reservatório da usina e do córrego lava-pés, dos quais 12 já foram concluídos. A iniciativa foi aprovada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). 

As reformas dos imóveis foram iniciadas este ano. Entre os beneficiados, estão a Paróquia São Sebastião e o Salão Paroquial, que receberam, entre outras intervenções, pintura, instalação de piso cerâmico, reforço nas estruturas e tratamento das paredes. A reforma foi ótima e as pessoas tiveram uma reação de contentamento. Essas melhorias facilitam as nossas atividades, comemora o pároco da igreja, padre Paulo Roberto de Oliveira. 


 


Itapebi 

Entre outras ações, está o comodato assinado entre Itapebi e a Associação dos Pescadores Artesanais da Região do Baixo Jequitinhonha (ASBAPE), do município de Itapebi (BA), em que foi cedida uma área de 7,23 hectares para o desenvolvimento das atividades de piscicultura em tanques-rede. O projeto tem 167 tanques, com produção média anual de 100 toneladas de tilápias, e beneficia 80 piscicultores. 

A companhia realizou ainda em Itapebi, por meio do Instituto Neoenergia, o Projeto Balcão de Ideias. A iniciativa capacita professores da rede municipal para consolidar uma rede de difusão de ideias e soluções inovadoras em educação por meio da sistematização de práticas pedagógicas que trabalhem as dez Competências Gerais da Base Nacional Comum Curricular (BNCC).  

Além disso, desde 2009, a Neoenergia faz doações mensais à Casa de Misericórdia de Itapebi, contribuindo para a manutenção da instituição, que acolhe 20 crianças em situação de vulnerabilidade em tempo integral. Desde o início da pandemia, em março de 2020 foram realizadas ainda doações de cestas básicas, máscaras e álcool em gel para a secretaria municipal de Assistência Social.





Quero:

Informações Relacionadas