18/07/2020

Braço robótico: solução inovadora permite poda de árvores de forma mais eficiente e segura

    inovacao
  • Sim
  • Sim
  • Sim


Está em andamento um projeto pioneiro da Neoenergia, que consiste no desenvolvimento de um braço robótico para poda de árvores, integrando o braço articulado com a ferramenta de poda, que terá uma garra, uma serra e um podão. A iniciativa visa trazer mais segurança e eficiência na realização do serviço, evitando interferências dos galhos de árvores nas linhas e postes da rede de distribuição de energia elétrica. O projeto integra o programa de Pesquisa e Desenvolvimento regulado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), e está em fase de aperfeiçoamento do protótipo, com previsão de conclusão em três anos.

O Braço Robótico será manuseado a distância pelo operador, que comandará a tecnologia com o uso de um controle remoto e um painel, onde ele poderá visualizar toda a manobra por meio de de câmeras instaladas diretamente no equipamento em diferentes ângulos. “A inovação garante uma série de benefícios, como a otimização do serviço e a segurança da equipe que o executa. O braço robótico evitará que o colaborador precise ser suspenso na cesta aérea, como acontece com o modelo atual de poda, que realiza o serviço diretamente na árvore. Os resultados serão maior segurança e eficiência à operação, além de garantir a melhora da ergonomia do operador", diz Eduardo Casarin, engenheiro de frota da Neoenergia.

José Antônio Brito, gerente corporativo de pesquisa e desenvolvimento da Neoenergia, destaca ainda a importância da iniciativa. “O braço robótico para poda de árvores é mais um projeto do Programa de P&D da Neoenergia que está alinhado com o tema estratégico de segurança. Esse projeto reafirma o compromisso do P&D em desenvolver projetos que resultem em produtos que sejam efetivamente aplicados à melhoria dos serviços da companhia".

COMO FUNCIONA

A tecnologia está em construção em conjunto com dois parceiros. O Centro de Ciência e Tecnologia (Lactec) é responsável pelo desenvolvimento conceitual e tecnológico e a IMAP/Ecosol está a cargo da estrutura do equipamento. Para a conexão do braço robótico, com isolamento elétrico para redes de até 46 mil volts (kV), será utilizada uma fibra ótica, que irá realizar a comunicação entre a ponta e a base do robô. Já da base para o controle remoto industrial, operado pelo colaborador, a conexão se dará via rádio. A tecnologia garanteque o galho cortado seja depositado com cuidado no chão, e contará com sensores que detectarão a rede energizada a fim de manter uma distância segura dos cabos.

“O modelo proposto do braço robótico para poda de árvores produziu patentes nacionais e internacionais, na ocasião do desenvolvimento do protótipo inicial, feito pelo Lactec em parceria com Neoenergia, demonstrando a originalidade do projeto. Além da parte robotizada, o equipamento se diferencia pela junção de várias ferramentas, de garra, poda e serra. Quando o protótipo estiver concluído, iniciaremos a fase de testes em quesitos como usabilidade, ergonomia e interface com o controle", diz Tui Baraniuk, pesquisador e desenvolvedor do Lactec,.

O equipamento possui ainda um diferencial desenvolvido pela IMAP/Ecosol. Chamado de 'Other Side', a tecnologia consiste na adição de um sistema de giro na articulação entre o braço inferior e o superior, o que permite conquistar um ganho significativo na mobilidade dos braços. “Com isso, obtém-se maior segurança e versatilidade com a capacidade de o equipamento alcançar o ponto de realização da poda sem expô-lo ao risco de encostar na estrutura da rede elétrica e maior produtividade possibilitada pelo alcance dos braços, diminuindo reposicionamento do veículo e demarcação da área de trabalho", relata Santiago König, engenheiro da IMAP/Ecosol.

O caminhão adaptado contará também com um reboque acoplado na sua traseira que irá triturar e armazenar os resíduos provenientes da poda das árvores, que serão posteriormente descartados de maneira adequada. Inicialmente, serão dois caminhões entregues para serem utilizados pela Neoenergia, por meio da Elektro, que atende 223 municípios do Estado de São Paulo e cinco municípios do Estado do Mato Grosso do Sul. A partir daí, o projeto será expandido para os outros Estados de atuação da empresa – Bahia (Coelba), Pernambuco (Celpe) e Rio Grande do Norte (Cosern).

IMPORTÂNCIA DA PODA DAS ÁRVORES

As árvores no meio urbano oferecem diversos benefícios, como qualidade do ar, sombreamento, abrigo e alimento de animais, além de contribuir com a beleza do espaço. Entretanto, em algumas situações, alcançam a fiação da rede elétrica, causando interferências no fornecimento de energia com risco de acidentes. A poda de árvores é uma ação importante que deve ser feita de forma preventiva e periódica, garantindo o convívio harmonioso entre a natureza e a rede de energia.

Como parte integrante dos planos de manutenção, a Neoenergia realiza a poda preventiva em casos que deixam em risco o fornecimento da rede e a segurança da população. A atividade só pode ser realizada por um profissional qualificado com a autorização da prefeitura. Ao avistar qualquer situação que envolva a fiação e a arborização, a população pode acionar a administração municipal pelos respectivos canais de comunicação e a prefeitura irá entrar em contato com a concessionária de energia local. Em caso de dúvidas, as distribuidoras da Neoenergia estão disponíveis pelo número 116.

Quero:

Informações Relacionadas