Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
Site de notícias G1 destaca achados arqueológicos na área da UHE Baixo Iguaçu​

Círculos esculpidos em rochas que podem datar de até cinco mil anos atrás estão sendo estudados por arqueólogos brasileiros e portugueses na área onde foi formado o reservatório da Usina Hidrelétrica Baixo Iguaçu, no sudoeste do Paraná. O estudo foi destaque no site de notícias G1, em matéria publicada no último dia 29 de janeiro. Segundo os especialistas ouvidos pelo site, as gravuras localizadas no município de Capitão Leônidas Marques não se assemelham a nenhum outro registro encontrado na região.

De
acordo com os arqueólogos que participam dos estudos, as gravuras podem ser os primeiros registros de arte rupestre da região. No momento, as gravuras estão sendo catalogadas pelos especialistas sob a supervisão do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Na primeira quinzena de janeiro, o órgão delimitou a área como sítio arqueológico e o batizou como Vista Alta.

Os
primeiros estudos arqueológicos foram feitos em 2014 pelas equipes que participaram do mapeamento da área do reservatório da UHE Baixo Iguaçu. Na área de 500 metros quadrados do Sítio Arqueológico Vista Alta já foram identificadas cerca de 150 gravuras.

Leia a matéria completa do
G1 aqui.​