Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal

Projeto Energia do Futuro avança com instalações de medidores inteligentes em Atibaia (SP)​


O Projeto Energia do que visa transformar o modelo de distribuição de energia nas cidades paulistas de Atibaia, Bom Jesus dos Perdões e Nazaré Paulista, avança com a instalação de 75 mil novos medidores nos municípios atendidos pela Elektro, distribuidora do Grupo Neoenergia. As substituições dos medidores tiveram início em novembro e fazem parte da primeira etapa do Projeto Energia do Futuro, com o qual o Grupo Neoenergia pretende transformar o modelo de relacionamento com seus clientes com equipamentos e serviços de rede inteligente.

A Elektro pretende concluir as novas instalações até junho de 2019, e para isso contratou mais de 30 equipes para visitarem diariamente centenas de residências. A instalação é feita por funcionários com uniformes identificados “a serviço da Elektro”.  A substituição do aparelho antigo pelo novo é bem rápida, dura no máximo 30 minutos e o serviço não oferece custo para os clientes. Nesta semana as equipes estarão distribuídas nos bairros Jardim dos Pinheiros e Jardim Kanimar, para fazerem a vistoria no medidor das residências e começarem o processo de substituição pelo novo.

Com o processo de substituição dos medidores concluído no primeiro semestre, a distribuidora prevê que, no segundo semestre, o cliente possa acompanhar o consumo diariamente e fazer a definição de um plano para economizar o valor da conta de energia. A implementação de outras tecnologias de Cidades Inteligentes e a avaliação dos benefícios para todos os consumidores e sociedade será feita até 2020. Os agentes de faturamento continuarão visitando as residências mensalmente e entregando as contas de energia.

“Vamos criar um novo modelo de distribuidora, suportando todo o fluxo de informações dos medidores inteligentes da geração distribuída. Por isso, é muito importante a participação da população nesse processo. O cliente precisa autorizar a substituição do medidor antigo pelo atual”, explica Heron Fontana, superintendente de Smart Grids da Neoenergia.