Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
​Usina Baixo Iguaçu apoia criação de Centro de Animais Silvestres no Paraná​

A cidade de Ponta Grossa (PR) deverá receber até setembro um Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas) para atendimento de toda a região dos Campos Gerais. Segundo reportagem publicada pelo jornal
Diário dos Campos, de Ponta Grossa, as obras da estrutura, que deverá ter aproximadamente 800 metros quadrados, já começaram. A unidade vai oferecer um importante suporte em caso de captura de animais que necessitem de recuperação para serem recolocados em seu habitat natural. A iniciativa tem o apoio da Usina Hidrelétrica Baixo Iguaçu, do Grupo Neoenergia.

Ponta Grossa fica próxima a unidades de conservação e parques, além de imensas áreas verdes, muitas delas cortadas por rodovias, sendo assim de localização estratégica para a instalação do Cetas. Cerca de R$ 1,5 milhão devem ser investidos para a instalação do espaço, que receberá animais encaminhados por órgãos públicos como o Instituto Ambiental do Paraná (IAP) e a Polícia Ambiental. A estrutura será preparada para receber aves, répteis e mamíferos, e também será útil em casos de apreensão de animais oriundos de caça, tráfico, maus-tratos ou cativeiro irregular, além de servir a estudantes e pesquisadores.

A criação do Cetas está sendo possível graças a acordo firmado entre a Prefeitura de Ponta Grossa, que vai ceder o terreno para a construção da unidade, a partir de iniciativa da ONG Associação Instituto Klimionte Ambiental, em parceria com a Usina Hidrelétrica Mauá da Serra (na região de Telêmaco Borba) e a Usina Hidrelétrica Baixo Iguaçu, em Capanema, na região Oeste do Paraná. A UHE Baixo Iguaçu está sendo construída pelo Consórcio Empreendedor Baixo Iguaçu, formado pela Geração Céu Azul (empresa do Grupo Neoenergia) e pela Companhia Paranaense de Energia (Copel).​